Home Alagoas ‘Não queremos fechar, mas tudo tem limite’, diz governador sobre a pandemia em AL

‘Não queremos fechar, mas tudo tem limite’, diz governador sobre a pandemia em AL

Por Alagoas Brasil Noticias
*Reprodução

Durante a assinatura da ordem de serviço da UPA que será construída no conjunto Santa Maria, no bairro Cidade Universitária, na manhã desta quinta-feira (25), o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), voltou a comentar sobre a situação da pandemia no estado. Renan disse que está conduzindo o estado para o mais próximo da realidade possível, mas é preciso que as pessoas compreendam que tudo tem limite. 

“Nós não estamos falando em querer fechar. Mas, a depender da situação, vou ter que fazer um diálogo com o cidadão. Não é isso que o Renan Filho quer. Minha vontade é vacinar todo mundo e extirpar esse vírus. Mas isso não está sendo possível”, ressaltou o governador.

Na noite desta quarta-feira (24), o estado recebeu mais de 37 mil novas doses para a vacinação contra a Covid. Mas o governador enfatizou que esse repasse precisa ser muito maior. 

“O estado tem 383.500 pessoas acima de 60 anos, seriam mais de 700 mil doses somente para vacinar os idosos. Então para vaciná-los e também os profissionais de saúde, indígenas e quilombolas a gente precisa de 1 milhão e 400 mil doses”, calculou Renan Filho. 

“Por isso a gente solicita às pessoas que colaborem. Os proprietários de estabelecimentos comerciais ajudem, cuidando da saúde do seu colaborador e também do seu cliente”, pediu o chefe do executivo.

Também durante a solenidade, o secretário de estado da saúde de Alagoas, Alexandre Ayres, anunciou que, a partir de hoje, os municípios recebem as novas doses. “Vamos continuar cumprindo o calendário de vacinação de idosos e de profissionais da saúde”, afirmou  Ayres. 

Reunião com o Prefeito de Maceió 

Renan Filho disse, ainda, que conversou por mensagem com o prefeito de Maceió, JHC (PSB), e que amanhã (26) os dois vão se reunir para tratar sobre a pandemia e sobre o retorno das aulas. “Precisamos construir um caminho juntos, para que estado e municípios estejam mais perto da normalidade”, afirmou. 

“Enquanto nossos vizinhos estão de novo com hospitais lotados, nós estamos resistindo. Não temos nada a comemorar. O Brasil perdeu 250 mil vidas. Em Alagoas, 3 mil pessoas morreram. Precisamos encarar tudo isso com responsabilidade”, enfatizou. 

UPA Santa Maria 

A solenidade desta quinta-feira (25) marca o início das obras para a construção da UPA Santa Maria, no conjunto de mesmo nome, na parte alta de Maceió. De acordo com o secretário de saúde de Alagoas, 350 pessoas vão poder ser atendidas por dia nessa nova UPA. “Cem mil pessoas no entorno dependiam de apenas um posto de saúde e da UPA Tabuleiro, que foi recém-inaugurada. Agora elas serão beneficiadas com esse equipamento”, destacou Alexandre Ayres.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário