Home Alagoas Pela 1ª vez desde o início da pandemia, Alagoas ultrapassa 10 mil casos suspeitos de Covid-19

Pela 1ª vez desde o início da pandemia, Alagoas ultrapassa 10 mil casos suspeitos de Covid-19

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Roberta Batista – Foto: Reprodução Sesau
Pela primeira vez desde o começo da pandemia, Alagoas ultrapassou o número de 10 mil casos suspeitos de Covid-19, chegando a 10.028
. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta quinta-feira (25).

Até essa quarta (24), o estado tinha 9.586 casos suspeitos.

Pesquisadores do Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), alertam que ter o número alto de casos em investigação evidencia dificuldades em relação à testagem, e compromete o reconhecimento da atual situação da pandemia. No boletim mais recente do Observatório, os pesquisadores mostraram que aproximadamente 56% dos exames RT-PCR realizados na 7ª Semana Epidemiológica, de 14 a 20 de fevereiro, deram positivo para Covid-19.

Nas últimas 24 horas, Alagoas registrou 427 novos casos e mais 10 mortes por Covid-19Maceió concentrou 172 casos e cinco óbitos.

Desde o começo da pandemia, 129.917 casos e 2.969 óbitos por Covid-19 foram registrados em todo o estado. Na capital, foram contabilizados 50.236 casos da doença e 1.335 mortes.

Do total de casos confirmados, 123.886 pacientes se recuperaram e outros 2.415 ainda estão em tratamento em isolamento domiciliar.

O mais recente boletim sobre ocupação hospitalar, de quarta (24), mostrou que dos 830 leitos exclusivos para Covid-19, 454 estavam ocupados, o que corresponde a 55% de ocupação. Já sobre os leitos de UTI, o documento mostrou que dos 250 leitos, 156 estava com pacientes com confirmação ou suspeita de infecção pelo novo coronavírus. O percentual de ocupação era de 66%.

Mais 10 mortes por Covid-19:

  • Maceió: Homem, 53 anos – hipertenso e diabético
  • Maceió: Homem, 70 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Mulher, 51 anos – hipertensa
  • Maceió: Mulher, 56 anos – diabética e doença cardiovascular
  • Maceió: Mulher, 90 anos – hipertensa e diabética
  • Boca da Mata: Homem, 36 anos – obeso
  • Anadia: Homem, 38 anos – sem comorbidades
  • Arapiraca: Homem, 65 anos – sem comorbidades
  • Palmeira dos Índios: Homem, 89 anos – doença cardiovascular
  • Delmiro Gouveia: Mulher, 66 anos – sem comorbidades

    Fonte: G1-Alagoas



Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário