Home Brasil ‘Barbie do crime’: Modelo condenada por golpes se entrega à polícia

‘Barbie do crime’: Modelo condenada por golpes se entrega à polícia

Por Alagoas Brasil Noticias
Mais de 100 pessoas procuraram a polícia alegando terem sido vítimas de Bruna / Foto: Reprodução | 11:43

 A modelo Bruna Cristine Menezes de Castro, de 30 anos, mais conhecida como ‘Barbie do crime’, se apresentou à Polícia Civil nessa quinta-feira (25) em Goiânia.

No dia 18 deste mês, a Justiça havia expedido um mandado de prisão por ela não ter cumprido a pena de prestação de serviços à comunidade. Além disso, Bruna não compareceu às audiências de justificação depois de ser condenada por aplicar golpes por meio das redes sociais.

O delegado Rilmo Braga contou que a modelo se apresentou à Delegacia Estadual de Capturas (Decap) após fazer um acordo na quarta-feira (24) com a Polícia Civil.

Bruna foi condenada em setembro de 2015 a prestar serviços comunitários e ao pagamento de multa de 10 salários mínimos por vender celulares a duas pessoas, mas nunca ter entregue o produto. A modelo também responde por outras denúncias de estelionato no Rio de Janeiro e em Brasília.

A condenada vai passar por exame de corpo de delito e, após os trâmites formais, será encaminhada para a Casa do Albergado Ministro Guimarães Natal.

‘Barbie do crime’

Bruna foi presa em 11 de agosto de 2015 por suspeita de estelionato, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, a jovem mantinha perfis nas redes sociais de venda de produtos importados.

Mais de 100 pessoas procuraram a polícia alegando terem sido vítimas de Bruna. Porém, nem todas deram continuidade ao inquérito, segundo os investigadores á época.

Os clientes denunciaram que, após receber o pagamento pelos produtos, ela não entregava as encomendas, alegando problemas de saúde ou familiares. Para que pudesse receber o dinheiro das falsas vendas, ela usou contas bancárias de cerca de dez pessoas, que tinham emprestado os dados a ela.

O ex-namorado Ryan Balbino também foi uma das vítimas da modelo. Ela teria inventado um câncer de útero para extorquir o rapaz em pelo menos R$ 15 mil. O dinheiro era destinado ao tratamento da jovem.

Fonte: Diário Arapiraca 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário