Home SLIDE Operação policial faz buscas no CT do Barcelona e prende o ex-presidente Josep Maria Bartomeu

Operação policial faz buscas no CT do Barcelona e prende o ex-presidente Josep Maria Bartomeu

Por Alagoas Brasil Noticias

Josep Maria Bartomeu foi alvo de operação policial nesta segunda – Enric Fontcuberta/EFE – 01/03/21 – 11:16

Os escândalos de má gestão e corrupção no Barcelona se tornaram caso de polícia. Uma operação policial teve como alvo o CT do clube, na manhã desta segunda-feira, e também o ex-presidente Josep Maria Bartomeu, que foi preso, de acordo com informações da imprensa local. Trata-se de um novo passo na investigação sobre o “BarçaGate”, série de escândalos que levaram à mudanças na diretoria no ano passado.

O Tribunal de Justiça da Catalunha emitiu a ordem de busca nas instalações do clube, que foram fechadas durante a atuação dos agentes. Os funcionários precisaram ficar do lado de fora – não há registro de que os atletas do time profissional estavam presentes no momento da chegada dos policiais.

Estaria no centro das investigações o fato de a diretoria comandada por Bartomeu ter contratado uma consultoria especializada em dados e redes sociais, a I3 Ventures, para proteger a reputação de Bartomeu e outros diretores, desde 2017. Porém, a empresa também usaria seus serviços para publicar e espalhar mensagens que atacam jogadores como Messi e Piqué, ídolos do clube como Xavi, Puyol e Guardiola, além de políticos rivais, como Joan Laporta e Víctor Font.

Bartomeu sempre negou que a empresa usasse seus serviços para difamar qualquer pessoa. Mas o contrato para o pagamento pelos serviços também entrou em investigação, já que o preço pago foi considerado inflacionado diante de outros contratos parecidos no mercado. O clube teria pago 1 milhão de euros por ano à empresa, divididos em cinco parcelas de 200 mil euros. Cada uma delas teria sido incluída no orçamento de diferentes departamentos do Barcelona para que o contrato não precisasse ser aprovado pelos conselheiros.

As polêmicas levaram Messi a se tornar um desafeto de Bartomeu e companhia, fazendo com que o craque argentino se recusasse a renovar seu contrato com o clube, que se encerra em julho. O astro tentou uma recisão unilateral no ano passado, alegando uma cláusula que permitira sua saída ao fim da temporada 2019/20 – mas o ex-presidente entrou em uma queda de braço dizendo que não liberaria o jogador. Messi, então, decidiu não ir para uma batalha judicial e permaneceu no Camp Nou.

Após a eleição do próximo domingo, o camisa 10 deve iniciar novas negociações sobre sua permanência, embora indique que a tendência é deixar o único clube que defendeu até agora em sua carreira. Se não renovar seu contrato, ele pode ir embora sem custos. Os gigantes PSG e Manchester City são destinos especulados caso Messi decida não permanecer no Barça.

Fonte: Globoesporte.com

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário