Anadia/AL

25 de outubro de 2021

Anadia/AL, 25 de outubro de 2021

Cantora acusa MC Lan de estupro: ‘Falei para ele não fazer aquilo e gritei’

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 8 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
xxz

Reprodução / Instagram | Funkeiro MC  Lan | 20:31

“Para, não faz isso. Para, para. Eu comecei a gritar e ele se irritou.” É dessa forma que Jhacy França relata os momentos de terror vividos na casa de MC Lan, na madrugada de sábado (6) para domingo. Ela afirma que foi estuprada pelo cantor. Ele nega a acusação e diz que o sexo foi consensual.

Em conversa com o UOL na tarde de hoje, a cantora pernambucana, que vive em São Paulo, contou que enviou mensagens para ele em busca de oportunidade de emprego.

“Eu falei para ele que poderia ser emprego de qualquer coisa, até de faxineira. Estamos no meio de uma pandemia e pedi uma ajuda.”

Em sua versão, ela conta que Lan chamou um Uber para buscá-la em sua casa e, ao chegar lá, os dois conversaram e beberam vodca com refrigerante. Ela afirma ainda que o MC ofereceu maconha para ela, que não aceitou e que o comportamento dele mudou após o uso da droga.

Jhacy se afastou do MC para ir ao banheiro e diz que, ao voltar e ingerir a bebida oferecida por ele, começou a passar mal.

Fiquei com o coração que parecia que ia sair pela boca. Fiquei com a boca seca, querendo morder as coisas. Por isso não estou conseguindo falar direito, minha boca está toda machucada de tanto que eu mordi.

Segundo a cantora, o funkeiro começou a atacá-la após ela ingerir a bebida —que ela acredita ter sido misturada com droga. “Parecia que eu ia ter um infarto. Eu estava meio desorientada, e ele se aproveitou da situação. Houve, então, o ato sexual. Ele não usou preservativo. Eu falei: ‘Não faz isso. Meu intuito não era ficar com você. Para, não faz isso. Para, para’. Eu comecei a gritar, e ele se irritou.”

A cantora diz que esqueceu de muitas coisas e ficou fora de si. “Lembro que gritava, depois eu chorava, não era eu. O efeito de uma bebida não faz isso com uma pessoa.”

Jhacy afirma que conversava com ele pelo Instagram antes do encontro e chegou a participar de uma live do cantor. Traumatizada com o que aconteceu, ela foi acolhida por uma vizinha, e está com medo de voltar para sua casa, onde mora com o filho de 9 anos.

Ele sabe o meu endereço, estou assustada e com medo.

MC Lan foi procurado pela reportagem do UOL para comentar as acusações, mas até o momento não se manifestou. Pelas redes sociais, ele afirmou que o ato sexual aconteceu de forma consensual.

´´Nos divertimos muito, demos muita risada até que aconteceu, rolou a primeira relação. Ao final da segunda relação, ela pediu para usar o banheiro, só que percebi que ela estava demorando muito no banheiro, ela não estava tomando banho, nem dando descarga. Comecei a achar tudo muito estranho. Meia hora depois ela desceu.

Segundo a versão do funkeiro, depois que Jhacy saiu do banheiro, ele notou que o comportamento dela estava estranho. “Ela desceu falando sobre o aluguel dela que estava atrasado, falando que estava sem dinheiro, que estava precisando de emprego”. Lan ainda disse que deu R$ 300 para ajudá-la, mas que ela se ofendeu com o dinheiro. Ao UOL, Jhacy afirmou que não recebeu dinheiro do MC.

“Fiquei com medo de denunciar”.

Jhacy França prestou queixa no domingo no 49º DP (São Mateus), na zona leste de São Paulo. Ela diz que fez exames de corpo de delito para provar a violência sexual que afirma ter sofrido.

“Fiquei com medo de denunciar, de acontecer alguma coisa comigo. Mas eu tenho que falar a verdade. Pode ter acontecido com outras antes de mim. Eu não sei.”

A modelo também declara que tomou a pílula do dia seguinte já que o suposto ato sexual teria ocorrido sem uso de preservativo.

Fonte: Uol / Tv e Famosos 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter