Anadia/AL

22 de outubro de 2021

Anadia/AL, 22 de outubro de 2021

Carlos Bolsonaro xinga vereador do PT de ‘vagabundo’ e ‘canalha’ em sessão da Câmara de Vereadores do Rio

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 11 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
XX1
Carlos Bolsonaro. (Foto: Carlos Bolsonaro) | 17:29

 O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) chamou o também vereador Reimont (PT) de “vagabundo” e “canalha” durante sessão da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (10). O ataque aconteceu pouco após o petista ler uma carta da presidente deposta Dilma Rousseff com críticas ao governo de Jair Bolsonaro. 

“Infelizmente só tem canalhas aqui dentro dessa Casa, que levam para uma linha política em vez de tentar sempre levar para uma linha de melhoria da sociedade carioca e do Brasil. Então deixo aqui meu voto de aplausos (pelo PL em discussão) e de repúdio a esses canalhas de sempre e ele sabe muito bem do que eu tô (sic) falando”, disse Carlos Bolsonaro, de acordo com reportagem do blog do jornalista Lauro Jardim, no jornal O Globo. 

“Meu repúdio a expressão canalha, presidenta” rebateu Reimont. Logo em seguida, Carlos voltou a fazer um novo ataque contra o parlamentar. “Quer dizer, o vagabundo me chama de genocida, chama meu pai de genocida e eu não posso chamar de canalha? É canalha mesmo, é um canalha, é um cabeça de balão canalha”, disparou.

“Aí está o meu repúdio e dizer que uma camomila faz muito bem”, ironizou Reimont. Neste momento, a presidente da sessão Tânia Bastos (Republicanos) cortou o microfone e condenou a atitude de Carlos Bolsoanro. 

“Até o presente momento na sessão não houve nenhum tipo de vocabulário nessa ordem. No momento não ouvi nenhum vereador chamar o vereador Carlos Bolsonaro de genocida. Não pode trazer para dentro de uma sessão plenária o que se discute muitas vezes nas redes sociais”, afirmou. 

Fonte: Brasil 247 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter