Anadia/AL

21 de outubro de 2021

Anadia/AL, 21 de outubro de 2021

PGR pede que Gentili seja banido do Twitter e proibido de entrar na Câmara

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 11 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
(São Paulo - SP, 30/05/2019) Entrevista ao Apresentador Danilo Gentili para o Programa The Noite do SBT, gravada dia 29 de maio..Foto: Alan Santos/PR

Foto: GP1
A PGR (Procuradoria-Geral da República) pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que Danilo Gentili seja proibido de se aproximar a menos um quilômetro da Câmara dos Deputados e que também seja banido do Twitter. 

O UOL teve acesso ao documento em que Aras ainda pede a “proibição de mobilizar, organizar ou integrar manifestações de cunho ofensivo a qualquer dos Poderes da República, ou de seus integrantes, ou que incitem animosidade das Forças Armadas contra qualquer instituição de Estado”, além da “proibição de ausentar-se da Comarca de sua residência sem autorização judicial.”

O tuíte do apresentador e humorista, que já foi apagado da rede social, citado no pedido foi feito no dia 25 de fevereiro deste ano, e dizia:

Eu só acreditaria que esse País tem jeito se a população entrasse agora na câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar.

Na ocasião, os deputados discutiam uma proposta que cria novas regras de imunidade parlamentar. A votação acabou sendo adiada e uma comissão especial irá avaliar a medida.

“Eu fiz um tuíte que foi alvo de justas críticas por alguns deputados. Quem me segue sabe que sempre defendi as instituições. Aliás, minha briga com bolsonaristas foi justamente pelo fato de eu ser contrário aos pedidos criminosos de fechamento do STF e do Congresso”.

Desta forma, no despacho enviado, Aras descartou o pedido de prisão feito pela Procuradoria Parlamentar da Câmara dos Deputados.

Procurada, a defesa de Danilo Gentili disse que apresentará sua manifestação somente nos autos do processo.

“De todo modo, sempre com todo respeito, entendemos que a PGR e o STF não têm atribuição para julgar Danilo Gentili, uma vez que ele não tem foro privilegiado. Ele não é deputado, não é senador. É um humorista. Entendemos que esse pedido de prisão feito pela Câmara é só mais um absurdo dentre outros anteriores. A Câmara já processou o Danilo anteriormente e foi derrotada. Confio integralmente no Direito e na Justiça”, justificou o advogado Maurício Bunazar.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter