Anadia/AL

22 de outubro de 2021

Anadia/AL, 22 de outubro de 2021

Governador e proprietários de academias discutem propostas de funcionamento seguro

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 13 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
xx1
Foto: Márcio Ferreira | 17:46

O governador Renan Filho recebeu, na tarde desta sexta-feira (12), profissionais de educação física e proprietários de academias, clubes e centros de ginástica de Maceió e do interior do estado. A reunião ocorreu no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, onde foram apresentadas e discutidas propostas para o funcionamento seguro desses estabelecimentos em obediência aos protocolos sanitários exigidos contra a Covid-19 em Alagoas.

Nas regiões Agreste e Sertão, que se encontram na Fase Vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado, as academias, clubes e centros de ginásticas estão com as atividades suspensas por determinação do decreto Nº 73.518, em vigor até as 23h59 do dia 16 de março. No restante do estado, inclusive na capital Maceió, que está na Fase Laranja, esses estabelecimentos funcionam com 30% da capacidade.

Renan Filho ressaltou que a reunião não teve caráter deliberativo e que os pontos apresentados pelo setor serão avaliados tecnicamente pelo Governo do Estado para a tomada de decisões, sempre visando a preservação da vida e também buscando a reduzir os impactos econômicos.

“Essa foi uma reunião para que as academias, clubes e os profissionais de educação física façam alguns esclarecimentos, ponderações. Nós vamos levar todas elas ao Comitê Científico e ao da saúde, que garantem e organizam as tomadas de decisão do Estado para ver se há possibilidade de dar um tratamento diferenciado, mais adiante, do que demos até aqui. Mas, sempre levando em consideração as necessidades diferentes do cidadão, cuidando das pessoas mais idosas, que têm comorbidades, porque nesse momento de alta ocupação hospitalar isso é muito importante”, destacou o governador.

Os representantes do setor pediram a retomada das atividades nos municípios que se encontram na Fase Vermelha, com a mesma capacidade de funcionamento dos estabelecimentos que operam na Fase Laranja: 30%. “Essa é a discussão que está em pauta. A gente vai verificar se há espaço da coexistência da Fase Vermelha com o funcionamento das academias com pequenas quantidades de pessoas”, disse Renan Filho.

Outra proposta apresentada e discutida foi, neste momento, evitar a frequência de pessoas que tenham comorbidades e daquelas com mais de 60 anos de idade. “Essa é uma proposta que encontrou consenso entre as academias, os professores de educação física e o Governo do Estado nesse fórum, mas é óbvio que vamos escutar também os profissionais da área da saúde”, ponderou Renan Filho.

Os representantes do setor avaliaram como positiva a reunião. “Foi muito boa, produtiva, democrática. Ao nos ouvir, o governador demonstra preocupação com o nosso setor. Ele reconhece que a atividade física é essencial; é claro, com segurança. Sentimos uma preocupação muito grande dele com o grupo de risco, com o pessoal que tem comorbidades, que são justamente as pessoas mais afetadas por essa doença terrível”, disse Alexandre Rodrigues, proprietário de academia em Arapiraca. “Entendemos a situação apresentada pelo governador e apresentamos para ele a nossa situação e o nosso compromisso em cumprir o protocolo de segurança”, acrescentou.

Fábio Lindoso, proprietário de academia em Maceió, afirmou que a reunião foi excelente e muito esclarecedora. “Ouviram nossos anseios e nossas colocações. Estamos numa expectativa muito boa. Temos de contribuir também e fazer a nossa parte”, enfatizou.

Participaram da reunião os secretários de Estado do Gabinete Civil, Fábio Farias; da Comunicação, Enio Lins; além do secretário executivo da Saúde, Marcos Ramalho.

Fábio Farias destacou o comprometimento do setor para com as medidas sanitárias de segurança, desde a primeira onda da Covid. “Eles foram extremamente participativos e sensíveis às necessidades dos protocolos sanitários, disso sou testemunha”, enfatizou o secretário do Gabinete Civil.

Fonte: Tribuna Hoje 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter