Anadia/AL

26 de outubro de 2021

Anadia/AL, 26 de outubro de 2021

Felipe Neto entra com habeas corpus para anular investigação sobre ter chamado Bolsonaro de genocida

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 18 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
xx11
Felipe Neto (Foto: Play9/Divulgação) | 11:01

 Vítima de cerceamento de liberdade de expressão, o youtuber Felipe Neto pode ser desobrigado a depor na Delegacia de Crimes de Informática, hoje, como estabelece intimação, expedida na última segunda-feira 15/03, por ter chamado de genocida o presidente Jair Bolsonaro. Ele acaba de impetrar habeas corpus, solicitando a anulação da investigação. A ação está nas mãos da juíza Gisele Guida de faria, da 38ª Vara Criminal, que deve se manifestar nas próximas horas.

Através dos seus advogados, o youtuber pede a concessão urgente de liminar até o julgamento definitivo do mérito da ação que visa a trancar de modo definitivo a investigação.

Os advogados de Felipe Neto argumentam que a abertura do procedimento contraria decisões do Supremo Tribunal Federal. Afirmam também que não há crime de calunia ou difamação em chamar o presidente Bolsonaro de genocida, dado o fracasso absoluto da política de enfretamento da pandemia. Assim, “atribuir a responsabilidade pela morte de milhares de brasileiros não é crime”.

Segundo os advogados, a investigação não poderia ter sido instaurada a partir de comunicação do filho da vítima (o vereador Carlos Bolsonaro). E mais: o fato apurado é de competência da Justiça Federal e, em consequência, da Polícia Federal.

Fonte: Brasil 247  

 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter