Anadia/AL

26 de outubro de 2021

Anadia/AL, 26 de outubro de 2021

Polícia encontra revólver e espingarda em casa de empresário que ameaçou atirar em Lula

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 19 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
empresario-ameaca-lula-868x602-1
Foto: Poder 360
Um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12 foram apreendidos pela Polícia Civil de São Paulo na casa do empresário José Sabatini, na cidade de Artur Nogueira (SP). O homem, de 70 anos, passou a ser investigado após postar um vídeo com ameaças ao ex-presidente Lula. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Sabatini, que tinha o porte das armas, disse à polícia que não tem a intenção de matar o petista. De acordo com ele, a fala se deu em um momento de inconformismo. A gravação foi divulgada após a decisão do STF de anular condenações de Lula.

caso está sendo investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

No vídeo de ameaça a Lula, Sabatini aparece vestindo uma camisa escrita “Brasil” e com uma bandeira nacional amarrada na altura da cintura, dá tiros em alvos improvisados em uma trave de futebol e xinga o ex-presidente de “filho da p*ta”.

“Lula, seu filho da p*ta, eu quero dar um recado para você. Hoje é sábado, dia 13 de março, presta atenção no recado que eu vou dar para você, seu vagabundo: se você não devolver os R$ 84 bilhões que você roubou do fundo de pensão dos trabalhadores, você vai ter problema, hein, cara? Você vai ter problema”, diz o homem.

Ele continua: “Outro recado: não tenta transformar o meu país em uma Venezuela. Eu vou derramar meu sangue, mas eu vou lutar pelo meu país. Não tenta, tá entendendo o recado? Eu tô sendo claro com você? A minha parte eu vou fazer”, conclui.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), chegou a telefonar para a presidente do PT, a deputada Gleisi Hoffmann, informando que havia pedido a abertura imediata de investigação para apurar as ameaças ao ex-presidente.

“A condenação da violência política é uma regra imutável da democracia”, disse Doria.

Fonte: ISTOÉ


Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter