Anadia/AL

26 de outubro de 2021

Anadia/AL, 26 de outubro de 2021

Alagoas confirma 20 mortes por Covid-19; adolescente de 16 anos é uma das vítimas

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
whatsapp-image-2021-01-19-at-09.43.50

Foto: Índio Xucuru Cariri
Alagoas registrou 423 casos e 20 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta segunda-feira (22).

Um adolescente de 16 anos, sem doença pré-existente, foi uma das 20 pessoas que morreu.

O estado confirmou 147.882 casos e 3.358 óbitos desde o início da pandemia. Do total de pessoas infectadas, 139.939 se recuperaram.

O número acumulado de casos suspeitos chegou a 14.475.

Dos 20 óbitos, 11 são de moradores do interior e nove são de pessoas que viviam em Maceió.

O boletim mais recente sobre ocupação hospitalar, do domingo (21), mostrou que a ocupação de leitos de UTI chegou a 86%.

Mais 20 mortes por Covid-19

  • Maceió: Homem, 57 anos – ex-tabagista, hipertenso e diabético
  • Maceió: Homem, 62 anos – ex-tabagista
  • Maceió: Homem, 69 anos – obeso, diabético e doença cardiovascular
  • Maceió: Mulher, 41 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Mulher, 61 anos – hipotiroidismo e hipertensão arterial
  • Maceió: Mulher, 66 anos – hipertensa
  • Maceió: Mulher, 80 anos – hipertensa e diabética
  • Maceió: Mulher, 81 anos – Alzheimer
  • Maceió: Mulher, 89 anos – hipertensa
  • Rio Largo: Homem, 16 anos – sem comorbidades
  • São Miguel dos Campos: Homem, 48 anos – obeso
  • Branquinha: Homem, 51 anos – doença cardiovascular crônica
  • Porto Calvo: Homem, 66 anos – diabético
  • Arapiraca: Homem, 72 anos – tabagista
  • Porto Calvo: Homem, 80 anos – doença cardíaca crônica
  • Traipu: Homem, 86 anos – doença cardiovascular
  • Passo de Camaragibe: Mulher, 49 anos –doença mental e hipertensão
  • Junqueiro: Mulher, 50 anos – sem comorbidades
  • Murici: Mulher, 64 anos – sem comorbidades
  • Arapiraca: Mulher, 65 anos – hipertensa e diabética

    Fonte: G1-Al.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter