Anadia/AL

17 de outubro de 2021

Anadia/AL, 17 de outubro de 2021

FAF já aplicou quase 2 mil testes de covid-19 no futebol alagoano

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 23 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
XX1
 
Foto: Divulgação | 22:46

Em reunião por videoconferência com representantes dos clubes na última semana, o Departamento Médico da Federação Alagoana de Futebol apresentou um levantamento dos quase dois mil testes de sorologia para covid-19 aplicados em parceria com o Laboratório Dilab. O diretor-médico da FAF, Thiago Omena, passou orientações aos dirigentes recomendando os cuidados em casos de infecção.

Os números dos testes já aplicados somam o período de retomada do Campeonato Alagoano do ano passado e o início das primeiras cinco rodadas do Alagoano Série A 2021. No total, foram realizados 1.762 testes. Desse montante, 1.398 testes apresentaram resultados negativos e 364 testes foram positivos.

A FAF prevê que até o final do Alagoano 2021 sejam realizados mais 1.300 testes. A apresentação reforçou os protocolos exigidos pela Federação para o combate ao coronavírus. Conforme o gabarito apresentado pelo DM da FAF, cada clube deve afastar imediatamente o atleta que testar positivo para covid-19. Jogadores que nunca tiveram contato com o vírus ou aqueles que já tiveram e criaram anticorpos estão aptos a entrar em campo.

A testagem permite inferir se o atleta está infectado e há quantos dias aproximadamente ocorreu a infecção. Quando o resultado indica IgM Positivo e IgG Positivo, significa dizer que o atleta foi infectado há pelo menos sete dias e necessita ficar isolados por mais três dias. Quando o teste apresentar IgM Positivo e IgG Negativo, os profissionais precisam ficar por 10 dias cumprindo isolamento.

Após esses períodos, os jogadores podem ser reintegrados aos elencos, retornando as atividades normalmente. “As diversas testagens associadas ao questionário diário, que orientamos aos departamentos médicos dos clubes a aplicarem, contribuem para a criação de um ambiente extremamente seguro. A prova disso é que o futebol alagoano tem hoje uma taxa de infecção por Covid-19 menor que a população geral do Estado”, informou o diretor-médico da FAF, Dr. Thiago Omena.

Os dados reforçam que a Federação Alagoana de Futebol tem sido uma das grandes instituições no Estado, em diversos segmentos, a cumprir, de forma rigorosa os protocolos impostos pelas autoridades de saúde e o Governo do Estado no combate ao covid-19. No universo de quase duas mil testagens no futebol alagoano, a FAF também aplicou os testes sorológico em jogadores, comissões técnicas dos clubes, colaboradores da entidade e arbitragem.

Na videoconferência realizada na semana passada, os clubes elogiaram a postura da FAF e reforçaram o compromisso para cumprir os protocolos sanitários. “A realização dos testes dá muita segurança para os clubes. Vamos para os jogos sabendo quais os atletas que testaram positivo e negativo. Temos a certeza que mantendo esse ritmo iremos concluir o campeonato alagoano sem prejudicar o calendário do nosso futebol”, destacou Erivaldo Domício, gerente de futebol do CSE. 

Fonte: Diário Arapiraca 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter