Anadia/AL

24 de outubro de 2021

Anadia/AL, 24 de outubro de 2021

Bolsonaro prega contra isolamento e anuncia volta do auxílio emergencial por “pouco tempo”

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 31 de março de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
XX1
Bolsonaro voltou a adotar um tom negacionista ao anunciar o retorno do auxílio emergencial; País pior momento da pandemia – Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images | 14:09

Em mais uma fala contrária às medidas de isolamento contra a propagação contra o novo coronavírus, Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, nesta quarta-feira (31), o retorno do auxílio emergencial. O presidente voltou a dizer que o governo não aguentará pagar o benefício por muito tempo e pediu que as pessoas voltem a trabalhar normalmente no país, mesmo registrando recordes consecutivos de mortes por Covid-19 nos últimos dias. 

Após admitir que os valores do novo benefício são pequenos, Bolsonaro afirmou que só há uma via para o país retomar a “normalidade”, ignorando as sinalizações dos especialistas. Mesmo a medida tendo sido adotada apenas em alguns locais do país, o presidente pediu que “política do lockdown” seja revista.  

“Só temos um caminho: deixar o povo trabalhar”. O presidente, sem dar detalhes, pediu novamente “coragem” para enfrentar a pandemia. Por outro lado, especialistas garantem que a única maneira de frear a descontrolada propagação do vírus no país é aumentar os índices de isolamento social, desacelerando o alto ritmo de internações e a grande quantidade de óbitos. 

Quando começa a ser pago? qual o valor? quem pode receber?

Auxílio emergencial será retomado em abril, mas com valores menores e com menos parcelas
 
Auxílio emergencial será retomado em abril, mas com valores menores e com menos parcelas

O auxílio, que começará a ser pago no próximo dia 6, terá valor médio de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família. 

“Iniciaremos em 6 de abril o pagamento do auxílio emergencial 2021. Como o presidente falou, esse é um alento para o povo brasileiro. Esse auxílio emergencial, viabilizado através da PEC emergencial, com valor de 44 bilhões, servirá para 4 parcelas, que será direcionado exatamente para esse brasileiro vulnerável, para essas pessoas que estão passando muita dificuldade”, afirmou João Roma, ministro da Cidadania. 

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para evitar aglomerações, o primeiro pagamento será viabilizados por contas digitais. Saques serão liberados em um momento posterior. 

Será possível, a partir desta quinta-feira (01), consultar quem poderá receber ou não o novo auxílio. A consulta deve ser feita no site da Dataprev, empresa responsável por receber e processar os pedidos do benefício. Será preciso informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Presidente ignora recorde de óbitos

Brasil vem acumulando recordes de mortes diárias por Covid-19; Nesta terça-feira (30), país registrou mais de 3,7 mil óbtios - Foto: Marcello Zambrana/Anadolu Agency via Getty Images
 
Brasil vem acumulando recordes de mortes diárias por Covid-19; Nesta terça-feira (30), país registrou mais de 3,7 mil óbtios – Foto: Marcello Zambrana/Anadolu Agency via Getty Images

O presidente ignorou o fato de o Brasil ter registrado mais de 3.700 mortos pela Covid-19 em um único dia e voltou a criticar as medidas contra a propagação do vírus.

“Essa política [de medidas de restrição], entendo eu, esse isolamento, com supressão do direito de ir e vir, extrapola – e muito – até mesmo um estado de sítio. Eu apelo a todas as autoridades do Brasil que revertam essas medidas e permitam que o povo vá trabalhar”, pediu o presidente, novamente na contramão dos especialistas.

Mantendo a postura negacionista em relação à pandemia, Bolsonaro foi taxativo contra as medidas de isolamento, mesmo no auge da crise sanitária.

Bolsonaro admitiu saber que “corre riscos” ao ir contra as medidas sanitárias, mas afirmou ter sido eleito para isso.

“Para terminar, o emprego, a volta do direito de homens e mulheres, para que possam trabalhar, é essencial. Peço a Deus que abençoe não só o Brasil, mas o mundo todo. Que nós consigamos o mais rápido possível uma solução para isso”, concluiu o presidente.

Fonte: Yahoo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter