Anadia/AL

22 de outubro de 2021

Anadia/AL, 22 de outubro de 2021

CSA tropeça no Rei Pelé e empata com o 4 de Julho-PI em 2 a 2 pela Copa do Nordeste

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 4 de abril de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
03-04-2021_CSA_X_4_de_Julho_AC_99.2e16d0ba.fill-1120x650

Por Daniel de Oliveira / Azulão poderia garantir a classificação antecipada para o mata-mata, mas viu os piauienses dificultarem e terá que decidir na última jornada / Foto: Ailton Cruz / 10:31

O CSA poderia até finalizar a penúltima rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste já classificado para o mata-mata, mas terá que decidir apenas na última jornada. Neste sábado (3), o Azulão recebeu o 4 de Julho-PI e, num jogo difícil e movimentado, conquistou apenas o empate em 2 a 2 em pleno Rei Pelé. Dellatorre e Marco Túlio marcaram para o Azulão. Cinelton e Dudu anotaram os tentos colorados na partida.

Com este resultado, o Azulão chega aos 10 pontos e se mantém na vice-liderança do Grupo B e espera o fechamento desta jornada para fazer os cálculos necessários para ver os cenários que garantem a classificação para a segunda fase. O time de Piripiri, por sua vez, chegou ao sexto ponto e viu as chances de avanço se pulverizarem. Os piauienses ocupam o penúltimo lugar do Grupo A.

Após a sequência no campeonato regional, o esquadrão marujo volta as suas atenções para o seu próximo compromisso pelo Alagoano. Na próxima terça (6), o time do Mutange recebe o Coruripe no Rei Pelé às 20h pela sexta rodada do Estadual. Já o Colorado se prepara para enfrentar o ABC na quarta (7), às 19h30, em jogo atrasado do Nordestão, válido pela 5ª rodada. A disputa será no Frasqueirão, em Natal.

Azulão ainda entra em campo pelo Alagoano antes de decidir vaga para a segunda fase – Foto: Ailton Cruz

Primeiro tempo

A partida se iniciou muito truncada, com uma grande disputa na região mediana do campo. O Azulão sofreu bastante com a pressão colorada e viu os visitantes crescerem bastante em ataques com transições rápidas. Foi assim que os alvirrubros chegaram muito próximo de abrir o placar. Hiltinho fez um grande passe em profundidade para Dudu aos 10 minutos, que ficou completamente livre e carregou a redonda até sair no 1 contra 1 com Darley, mas não passou giz no taco e finalizou fraquinho.

Apesar da chance gigantesca desperdiçada pelo time piauiense, o alívio dos azulinos não durou por muito tempo. Após trocar golpes ofensivos, o time marujo ficou atrás aos 17. Hiltinho encontrou Cinelton na entrada da área, que acertou um lindo chute e abriu o placar com um golaço.

Hiltinho acertou um lindo chute e colocou o time de Piripiri na frente – Foto: Ailton Cruz

Com o revés no marcador, o Azulão foi obrigado a se lançar ao ataque. Os alvicelestes cresceram bastante na faixa dos 20 minutos, sendo insinuantes nas jogadas pela periferia. Com isso, o time marujo emplacou uma boa sequência e chegou perto com Norberto, Iury e Pimpão aos 34′, 36′ e 38′, respectivamente.

Após muita insistência, o ditado “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” prevaleceu. Marco Túlio sofreu pênalti aos 43 e Dellatorre, no minuto seguinte, foi para a cobrança e colocou o Azulão de volta no jogo. Posteriormente, o árbitro adicionou mais dois minutos e o primeiro tempo se encerrou aos 47′ com o empate em 1 a 1.

Dellatorre colocou o Azulão na disputa novamente – Foto: Ailton Cruz

Segundo tempo

A etapa complementar teve seu início marcado pela intensidade de jogo no ataque. O time de Piripiri começou partindo para cima, mas foi o Azulão que conquistou a virada logo aos 3 minutos. Vitor Costa, em uma das suas primeiras participações na partida, fez o cruzamento, mas a redonda passa pelo ataque marujo e a defesa fez o corte parcial. A sobra ficou com Marco Túlio na entrada da área, que, em posição frontal, mandou colocado no rodapé direito do goleiro Jailson.

O time do Mutange tentou acalmar a pressão após o gol trocando figurinhas no campo de ataque, mas não evitou o empate dos piauienses. Aos 9 minutos, Filemon falhou feio na saída de bola e Hiltinho aproveitou a chance para avançar e acionar Dudu na área. O atacante, livre, não deu chances para Darley e colocou a igualdade no placar: 2 a 2.

Filemon errou e deu origem ao gol de Dudu – Foto: Ailton Cruz

Apesar da forte intensidade azulina no campo ofensivo, movida pela pressão do resultado negativo em casa, o Gavião Colorado conseguiu se manter firme no ataque e protagonizou uma troca de golpes ofensivos. Enquanto o Azulão buscava pressionar pela periferia, o time de Piripiri teve uma postura mais vertical e utilizou mais a faixa central do relvado nas suas investidas.

O time marujo se sentiu bastante incomodado com a situação – principalmente Silvinho, que deu duas entradas violentas e quase foi expulso – e partiu para cima dos piauienses. Apesar do esforço final, os alvicelestes viram o Colorado catimbar na reposição de bola e garantir o ponto. O árbitro potiguar esticou a partida até os 52′, que chegou ao fim num empate em 2 a 2.

Mozart até mexeu no time, mas não conseguiu provocar efeito – Foto: Ailton Cruz

Ficha técnica

CSA – Darley; Norberto, Lucão, Rodolfo Filemon, Silas (Ítalo); Geovane (Bruno Mota), Gabriel e Marco Túlio (Aylon); Rodrigo Pimpão (Vitor Costa), Iury Castilho (Silvinho) e Dellatorre. Técnico: Mozart.

4 de Julho – Jailson; André, Marcelo, Gilmar Bahia e Wanderson; Cinelton, Hiltinho (Esquerdinha), Edinaldo e Ted Love; Dudu e Índio (João Pedro). Flávio Araújo.

Árbitro – Leonilson Fernandes Trigueiro Filho (RN).

Assistentes – Jean Márcio dos Santos e João Henrique Queiroz da Silva (RN).

Quarto árbitro – Helder Brasileiro de Aquino (AL).

Fonte: Gazeta Web



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter