Home Municípios Descarte irregular de lixo em terreno incomoda moradores do Benedito Bentes II

Descarte irregular de lixo em terreno incomoda moradores do Benedito Bentes II

Por Alagoas Brasil Noticias

Terreno fica localizado na Avenina Normal Pimentel, no Benedito Bentes II (Foto: Edilson Omena) | 23:21 

De um lado, uma unidade de saúde que tem como função prestar serviços básicos e atendimentos à população que precisa de uma consulta médica, de exames e encaminhamentos para hospitais especializados. Já de frente a unidade, um terreno que tem sido utilizado para descarte irregular de lixo.

De acordo com os usuários e profissionais da Unidade de Saúde Denilma Bulhões, comerciantes e moradores da Avenida Norma Pimentel, no bairro Benedito Bentes II, parte alta de Maceió, há anos o terreno é tomado por lixo. Eles reclamam que todo dia a quantidade de lixo e entulhos jogados no terreno é enorme mesmo tendo no espaço dois contêineres.

Comerciantes relatam que pessoas de outras localidades do bairro estariam despejando entulho e restos de carnes e penas de aves no local. Além do risco e do mau cheiro, o despejo de lixo também tem afetado a segurança dos moradores, com o do surgimento de baratas, ratos e urubus. A população teme o aparecimento de animais peçonhentos.

“Tenho esse ponto aqui há dois anos, e nesse tempo raramente vejo este local limpo. É sempre assim. A prefeitura até faz a limpeza alguns dias na semana, mas não é o suficiente. Pessoal joga tudo por aqui, restos de alimentos, móveis, lixo doméstico. O mau cheiro é grande. E imagine para a gente que trabalha com lanches, o cliente não vai parar para comprar. É muito errado’’, comenta Edvaldo Santos.

Edvaldo Santos revela que todo dia a quantidade de lixo jogada no local surpreende (Foto: Edilson Omena)

Edvaldo relata ainda que quando chove a situação fica pior. ‘’Nós já estamos passando por esse momento difícil por conta da Covid-19, e ainda tempos que ter medo de outras doenças. Aqui, como você pode observar, têm muitos entulhos e objetos que acumulam água parada. Lamentável, falta respeito por parte da população. Já a prefeitura precisa intensificar a limpeza no local’’.

Ariane Lima que também tem um ponto comercial próximo ao terreno lamenta a situação. “Convivemos com o lixo diariamente. Açougues, abatedores e outras empresas descartam os restos por aqui e isso misturado com o lixo comum e a água da chuva faz subir um odor forte. Tem dia que é uma carniça só. Pior que já reclamamos e solicitamos para fazer algo e tirar esse lixo daqui, mas até agora não tivemos respostas. E olha que é do lado de um posto de saúde’’, lamenta.

Local é particular e Prefeitura diz que irá notificar o dono

De acordo com a prefeitura de Maceió, o terreno é particular e por isso, a Prefeitura não pode intervir construindo algo. Mas, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) irá notificar o proprietário para que ele faça um cercado no local, impossibilitando os cidadãos de adentrar e fazer o descarte. Os contêineres serão deslocados para outro lugar, segundo o órgão.

Sudes afirma que local é particular e irá notificar proprietário para cercar espaço (Foto: Edilson Omena)

A Sudes afirma ainda que os contêineres do local são suficientes, porém, mesmo com a alternativa de fazer o descarte correto, o cidadão ainda escolhe a opção negativa.

Ainda segundo o órgão, a limpeza é feita três vezes na semana; terça, quinta e sábado. ‘’Por se tratar de ponto de lixo, o local não é coberto pela coleta domiciliar e sim por uma coleta especial que faz a limpeza do ambiente e dos contêineres’’. E finaliza acrescentando que falta conscientização dos próprios moradores. “A Sudes já tinha o local mapeado para a realização de ações de educação ambiental. No entanto, com o aumento de casos de Covid, o órgão se sentiu impossibilitado de pôr equipes nas ruas’’.

Fonte: Tribuna Hoje 

 

Facebook Comments

você pode gostar