Home NotíciasEconomia Abrasel diz que decreto do Governo de AL não atende todo o pleito do setor e pede abertura de bares e restaurantes em horário comercial

Abrasel diz que decreto do Governo de AL não atende todo o pleito do setor e pede abertura de bares e restaurantes em horário comercial

Por Alagoas Brasil Noticias

FOTO: Tomaz Silva/ Agência Brasil | Abrasel diz que decreto do Governo de AL não atende todo o pleito do setor e pede abertura de bares e restaurantes em horário comercial | Tatianne Brandão | 14:11

A atualização do decreto do Governo de Alagoas que permitiu a reabertura de bares e restaurantes até às 16h, de segunda a sexta-feira, foi avaliada, de forma positiva, pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Alagoas (Abrasel/AL). Entretanto, o Estado não atendeu, por completo, o pleito do setor produtivo, que pedia o retorno do segmento em horário comercial.

 

O anúncio com a flexibilização do decreto foi feito nessa segunda-feira (5), depois do fechamento total de bares e restaurantes, dentre outros segmentos da economia no Agreste e Sertão de Alagoas, há 30 dias, e na capital e região litorânea, há 15 dias. A Abrasel alega que as medidas têm afetado diretamente o setor, que já amarga prejuízos financeiros e riscos de demissão de funcionários.

“Depois de mais de trinta dias de fechamento do setor no Agreste e Sertão e 15 dias na capital e toda a parte litorânea, Alagoas sendo um dos dois estados do Nordeste em processo de restrição de bares e restaurantes, o estado dá um passo importante em relação a esse processo de reabertura. Mesmo que não tenha atendido todo o pleito da Abrasel, que era o funcionamento dentro do horário do comércio, essa medida deve ter um impacto positivo em relação a esses restaurantes, que já não estão aguentando mais com as portas fechadas em 70% do nosso segmento”, disse Falcão.

Em vídeo divulgado pelo presidente, ele pede que o Governo continue flexibilizando as medidas, para que outros segmentos sejam contemplados. “A gente pede ao estado que continue avançando nesse processo de abertura nas próximas semanas e que possamos flexibilizar, pois ainda temos segmentos que vivem do horário nobre, da noite, e precisam retornar suas atividades”.

Flexibilização

Pressionado pelo setor produtivo, o Governo de Alagoas anunciou uma revisão do decreto de isolamento social. A principal mudança diz respeito à autorização para que bares e restaurantes possam funcionar das 5h até as 16h, já a partir desta terça-feira (6). Além disso, o toque de recolher entre 21h e 5h está mantido. Alagoas retornou à Fase Vermelha do Plano Estadual de Distanciamento Social no dia 19 do mês passado.

Apesar da flexibilização, no estado, o transporte intermunicipal de passageiros em todo o Estado deve ocorrer com 30% de sua capacidade e o acesso a praias, rios e lagoas está proibido durante os finais de semana.

O funcionamento de academias de ginástica fica limitado a 30% do público, mas a prática esportiva será vedada para pessoas com mais de 60 anos de idade ou com comorbidade. Contudo, os idosos já vacinados com duas doses há mais de 15 dias poderão voltar às academias.

As igrejas poderão funcionar, mas com apenas 30% do total. Salões de beleza deverão atender, exclusivamente, a partir de agendamento e com capacidade também reduzida.

No caso do comércio, os estabelecimentos seguem com permissão para funcionar, mas com alteração nos horários. Para as lojas localizadas no Centro, o funcionamento será das 9h às 17h, com fechamento obrigatório aos sábados, domingos e segundas-feiras. Lojas de rua e galerias funcionarão das 10h às 18h, com funcionamento vedado também aos sábados, domingos e segundas. Já no caso dos shoppings, o horário será das 11h às 20h, com fechamentos aos sábados, domingos e terças-feiras.

Fonte: Gazeta Web 

Facebook Comments

você pode gostar