Home NotíciasEsportes Do CSA ao Flamengo: Campeão mundial em 81, alagoano Peu relembra trajetória ao lado de Zico

Do CSA ao Flamengo: Campeão mundial em 81, alagoano Peu relembra trajetória ao lado de Zico

Por Alagoas Brasil Noticias

Reprodução/TV | Peu chegou ao Flamengo justamente no maior ano da história da equipe da Gávea, em 81 | Raphael Silva | 09:01

Um dos jogadores mais consagrados da história do Flamengo, Peu, campeão mundial com o clube em 1981, completou 61 anos no último domingo (4). Em entrevista ao Portal Gazetaweb, o ídolo abriu o coração ao falar sobre sua vitoriosa carreira, repleta de títulos e façanhas, além da relação extraordinária com o Galinho Zico dentro e fora das quatro linhas, resultando em diversas conquistas e sendo eternizada na história como a “Geração de Ouro” do Flamengo, no início da década de 80.

Alagoano, Júlio dos Santos Ângelo nasceu em Maceió, no dia 4 de abril de 1960. Um dos oito filhos do casal formado por “Seo” Antônio, roupeiro da equipe do CSA, e “Dona” Maria, lavadeira do clube, entrou para a história do futebol com o apelido de Peu. Sua infância foi vivida praticamente no campo do Mutange, onde o Azulão treinava na época e mandava algumas de suas partidas. Peu iniciou a carreira nas categorias de base do CSA. Em 1977, ele foi integrado aos profissionais. Tornou-se campeão alagoano em 1980 e rumou para o Flamengo, onde foi campeão mundial em 1981, fazendo história ao lado de craques como Zico, Junior, Leandro e cia.

“1981 foi o ano em que eu cheguei na Gávea, onde tinha um grupo muito forte composto por Zico, Leandro, Junior, Andrade, Adílio, e Carpegiani. Certa vez, quando eu entrei no lugar do Zico, o Flamengo venceu por 8 a 0, sendo essa a maior goleada da história do time em Brasileiros até hoje. Para mim, foi uma honra ter participado desse jogo. Consegui fazer parte da história da nação Rubro-Negra”, declarou o ex-futebolista.

No último domingo de Páscoa, o craque Zico separou um tempinho para fazer uma homenagem ao seu ex-companheiro de ataque: Peu. O Galinho publicou em seu Instagram uma mensagem parabenizando o ícone Rubro-Negro, com uma montagem ilustre e repleta de fotografias retiradas do fundo do baú.

 
No último domingo (4), o ex-atacante completou 61 anos. Através das rede sociais, o ídolo e grande amigo Zico parabenizou o companheiro – Foto: Reprodução/Instagram

Bastante empolgado, Peu relembrou as histórias e façanhas com a camisa do Rubro-Negro, advindas da amizade e conexão com o ídolo e amigo de longa data, Zico.

“O Zico sempre vai ser o nosso capitão. Ganhamos vários jogos atuando juntos. Em 82, numa partida muito complicada pela semifinal do Brasileiro conseguimos vencer por 2 a 1, com um gol dele e outro meu. Ainda naquele jogo, pela primeira vez, um jogador do Flamengo foi reverenciado pela torcida no Maracanã. Para mim, isso também marcou bastante. Até hoje, os próprios jogadores lembram. Eu me sinto muito honrado de ter participado dessa façanha. É uma coisa que não tem explicação”, contou o ídolo.

Sem sombra de duvidas, Peu foi um jogador vencedor, que nasceu dentro do futebol e de uma família muito simples, que sempre viveu do esporte. Ele ganhou o mundo ao fazer parte de uma das maiores equipes da história do futebol mundial. Tudo isso sem que, em momento algum, as recordações de seus memoráveis feitos fossem esquecidos.

“Graças a Deus, a minha carreira foi uma carreira de vitórias. Fiz realmente gols incríveis e lances marcantes que não saem da minha memória. Por mais que a gente queira apagar da mente, não tem como, pois foram memórias que marcaram a minha história, assim como minha vida”, encerrou o campeão.

Eternizado na história do Flamengo, Peu fez o Maracanã tremer com a camisa Rubro-Negra – Foto: Divulgação 

Fonte:  Gazeta Web 

A beautiful young girl with long dark hair works in a bright office. A girl in a white jacket and a red dress. photo with depth of field

Facebook Comments

você pode gostar