Home Geral RJ: Glenn Greenwald conta que teve fazenda invadida e foi feito refém

RJ: Glenn Greenwald conta que teve fazenda invadida e foi feito refém

Por Alagoas Brasil Noticias

(Arquivo) O jornalista Glenn Greenwald, co-fundador do Intercept – AFP/Arquivos
O jornalista Glenn Greenwald foi vítima de um assalto enquanto esteve em uma fazenda alugada no Rio de Janeiro. Em um artigo publicado no sábado (3), o jornalista relata que estava acompanhado apenas de um policial de folga quando o crime ocorreu no último dia 5 de março.

De acordo com Greenwald, a fazenda fica a cerca de 90 minutos da casa onde ele mora com o deputado David Miranda (PSOL-RJ) e os dois filhos. Na noite do assalto, o marido e as crianças não estavam. Os três haviam ficado na cidade por conta do vestibular dos meninos.

Em seu longo relato, o jornalista afirma que foi rendido por três assaltantes após sair para verificar o motivo dos cachorros estarem latindo. Ele foi levado para uma pequena sala independente perto da casa da fazenda, onde o policial de folga também estava rendido de bruços no chão por outros dois homens.

“Meu primeiro pensamento – dada uma série de ameaças particularmente perturbadoras que recebemos, algumas das quais eu publiquei – foi se este era um ataque político direcionado. Fiquei aliviado, na medida em que se pode estar em tal situação, quando começaram a exigir dinheiro”, contou Greenwald.

Conforme o jornalista, como a fazenda era alugada, não havia muitos pertences de valor na casa. O assalto levou cerca de uma hora e durante esse período um dos assaltantes chegou a colocar uma arma dentro da boca de Greenwald.
Ainda segundo o artigo, o policial também foi ameaçado e chegou a ter fraturas nas costelas por conta dos chutes desferidos pelos ladrões.

“A maior parte da hora foi gasta com eles saqueando todas as partes da fazenda, incluindo os quartos de nossos filhos. Quando finalmente terminaram, exigiram as chaves do carro que tínhamos lá. Eles então ordenaram que nós dois fôssemos para uma casinha separada perto dos fundos da fazenda. Eles nos colocaram em uma sala, usaram cordas para amarrar nossos braços atrás das costas e amarrar nossas pernas, depois trancaram a porta”, relatou.

O jornalista afirma que ao ouvir os assaltantes irem embora, ele e o policial conseguiram se soltar e acessar um computador que os ladrões “idiotamente deixaram”. Greenwald ligou para o marido e acionou a polícia.

Ladrões cometeram outros roubos

De acordo com o jornalista, após deixarem a fazenda, os assaltantes cometeram ao menos outros três assaltos com o carro que haviam roubado da fazenda. No dia seguinte, o veículo foi encontrado abandonado e a polícia conseguiu identificar os assaltantes por meio de câmeras de segurança. Greenwald não detalhou se os assaltantes chegaram a ser presos.

No total, o jornalista relata que teve cerca de 2 mil dólares, entre bens e dinheiro, roubados na ação dos criminosos.  No artigo, ele destaca ainda que o policial de folga demorou três semanas para se recuperar fisicamente e “agora está, de forma bastante compreensível, de licença psiquiátrica da polícia”.

Fonte: IstoÉ


Facebook Comments

você pode gostar