Home NotíciasEsportes Em Belém, CRB vence o Paysandu por 2 a 1 e avança para a terceira fase da Copa do Brasil

Em Belém, CRB vence o Paysandu por 2 a 1 e avança para a terceira fase da Copa do Brasil

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Daniel de Oliveira – Hyuri marcou o gol da virada e garantiu a classificação do Galo

Pelo segundo ano seguido, CRB e Paysandu se chocaram na segunda fase da Copa do Brasil. Assim como em 2020, o Galo se superou e conquistou a classificação em Belém nesta terça (13). Em um grande jogo na Curuzu, o Regatas bateu o Papão de virada, por 2 a 1, e se mantém na disputa da competição mais lucrativa do país. Além do triunfo, o time alvirrubro faturou o prêmio de R$ 1,7 milhão.

Clique aqui para conferir todos os lances da partida através do Tempo Real da Gazetaweb

Agora, o Galo se prepara para encarar mais uma decisão. No próximo sábado (17), o Regatas vai até Salvador para enfrentar o Bahia pelas quartas de final da Copa do Nordeste. Quem vencer no Estádio Pituaçu irá garantir vaga na semifinal. Também no sábado, mas às 10h, o Paysandu entra em campo contra o Tapajós pela sexta rodada da primeira fase do Paraense. Jogo será no Estádio Luiz Omar Pinheiro, em Belém.

Galo teve que superar pressão paraense no primeiro tempo e na reta final da disputa – Foto: Oswaldo Forte/Futura Press

Primeiro tempo

A etapa inicial começou de forma movimentada, com as equipes utilizando a velocidade na trocação de golpes ofensivos. Quem chegou com perigo pela primeira vez foi o Paysandu, aos 6 minutos, quando Ruy, sozinho na linha da pequena área, desperdiçou uma grande chance de cabeça. O jogo foi se desenrolando de uma forma bastante interessante na Curuzu, com alvicelestes e alvirrubros chegando cada vez com mais perigo.

Antes das redes balançarem, o Galo conseguiu criar a melhor chance da partida. Na faixa dos 20 minutos, Lucão foi acionado em velocidade e contou com o erro da zaga para sair cara a cara com o goleiro Victor Souza, que defendeu o Regatas na temporada passada. O camisa 9 do time da Pajuçara trocou o duelo um contra um com o arqueiro e passou para Diego Torres. O craque do Ninho do Galo chutou para a meta desprotegida, mas Perema apareceu e salvou o Papão com um carrinho em cima da linha.

Entre os minutos 22 e 29, o Regatas chegou perto de marcar mais três chances. Diego Torres, primeiro, foi impedido com uma grande defesa de Victor Souza. Depois, o zagueiro Israel recuou errado e quase marcou um golaço contra e Guilherme Romão, na terceiro lance, Guilherme Romão aproveitou a sobra em um escanteio e soltou uma bomba rasteira que saiu tirando tinta do poste esquerdo.

O Papão conseguiu responder numa finalização dentro da área de Ari Moura aos 34 minutos, mas conseguiu chegar ao principal objetivo na faixa dos 43′. Após grande jogada individual, Paulinho acionou Israel dentro da área. O lateral direito tirou Diego Ivo da jogada com um lindo drible, ficando cara a cara com o goleiro Diogo Silva, e ficou com a vida fácil para abrir o placar.

Porém, o Galo se recuperou rapidamente do forte golpe e chegou ao empate dois minutos depois. Aos 45′, a zaga paraense bateu cabeça dentro da área e a redonda sobrou para Diego Torres encher o pé esquerdo e balançar as redes do time da Curuzu. O árbitro brasiliense ainda estendeu a disputa em mais dois minutos e a primeira parte foi finalizada aos 47′, com a igualdade no marcador: Paysandu 1×1 CRB.

Segundo tempo

A etapa complementar começou com um panorama totalmente diferente do início da partida. O jogo continuou equilibrado, mas a disputa parelha deu lugar ao domínio absoluto do Galo. O time regatiano conquistou a vitória logo aos 2 minutos. O atacante alviceleste foi para a área na tentativa de auxiliar a defesa, mas cortou mal e a bola sobrou para Hyuri, no segundo pau, que teve vida fácil para marcar o segundo do Regatas.

Na tentativa de tentar igualar a partida novamente, o Bicolor partiu com tudo para o ataque. O esforço quase surtiu efeito e o time paraense teve três grandes chances de empatar. Igor Goularte chutou de longe e tirou tinta da trave maior aos 24′. João Paulo, em mais uma finalização de longe, obrigou Diogo Silva a fazer uma grande defesa. A última oportunidade foi protagonizada por Gabriel Barbosa aos 35′, quando fez o pivô dentro da área e girou para finalizar no travessão.

A reta final foi marcada pelo desespero. O Papão apostou todas as suas fichas na bola alçada na área, onde levou até o goleiro para tentar fazer o gol no último lance. Antes de acabar, o Galo teve uma grande oportunidade de fechar o caixão com Luidy em um contra-ataque aos 44′. O árbitro esticou até a disputa em mais 4 minutos, onde o Regatas conseguiu se segurar e chegar ao apito final, aos 49′, com a vitória por 2 a 1.

Time regatiano eliminou o Paysandu na segunda fase em plena Curuzu pelo segundo ano consecutivo – Foto: Oswaldo Forte/Futura Press

Ficha técnica

Paysandu – Victor Souza; Israel, Perema, Yan e Bruno Collaço; Paulinho (João Paulo), Ratinho (Jhonnatan) e Ruy (Gabriel Barbosa); Igor Goularte (Flávio), Ari Moura (Robinho) e Nicolas. Técnico: Itamar Schulle.

CRB – Diogo; Reginaldo, Gum, Diego Ivo, Guilherme Romão (Hugo); Carlos Jatobá, Claudinei e Diego Torres (Ewandro); Calyson (Luidy), Hyuri (Jiménez) e Lucão. Técnico: Roberto Fernandes.

Cartões amarelos – Diego Torres (CRB), Lucão (CRB) e Paulinho (Paysandu)

Árbitro – Sávio Pereira Sampaio (DF).

Assistentes – Daniel Henrique Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF).

Quarto Árbirtro – Gustavo Ramos Melo (PA).

Fonte: Gazeta Web

 

Facebook Comments

você pode gostar