Home Alagoas Alagoas confirma 597 casos e 23 mortes por Covid-19

Alagoas confirma 597 casos e 23 mortes por Covid-19

Por Alagoas Brasil Noticias

Total de óbitos subiu para 3.921. Há 9.781 casos suspeitos. Foto: Reprodução

Alagoas confirmou 597 casos e 23 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta sexta-feira (16).

O estado contabilizou 164.404 casos confirmados e 3.921 óbitos por Covid-19 desde o começo da pandemia.

Do total de pessoas infectadas pelo coronavírus, 156.735 se recuperaram. Outros 2.930 pacientes estão em tratamento, em isolamento domiciliar.

O número acumulado de casos suspeitos chegou a 9.781.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 85%. Em Maceió, a ocupação de UTI é de 86%.

Mais 23 mortes por Covid-19

  • Maceió: Homem, 23 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Homem, 73 anos – doença cardiovascular e artrose
  • Maceió: Homem, 76 anos – diabético – morreu em casa
  • Maceió: Homem, 79 anos – diabético
  • Maceió: Homem, 81 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Homem, 94 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Mulher, 63 anos – diabetes e doença cardiovascular – morreu em casa
  • Maceió: Mulher, 69 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Mulher, 75 anos – hipertensa
  • Maceió: Mulher, 75 anos – diabética
  • Maceió: Mulher, 75 anos – doença cardiovascular
  • Maceió: Mulher, 84 anos – hipertensa
  • Maceió: Mulher, 91 anos – sem comorbidades
  • Arapiraca: Homem, 66 anos – hipertensão
  • Arapiraca: Mulher, 38 anos – hipertensa e obesa
  • Paripueira: Mulher, 64 anos – hipertensão
  • Parirupeira: Mulher, 68 anos – ex-tabagista
  • Olho D’Água das Flores: Homem, 62 anos – sem comorbidades
  • Viçosa: Homem, 68 anos – sem comorbidades
  • Roteiro: Homem, 72 anos – cardiopata, diabético, doença renal crônica e hipertensão
  • Flexeiras: Homem, 79 anos – hipertensão
  • São José da Tapera: Mulher, 57 anos – sem comorbidades
  • Traipu: Mulher, 74 anos – hipertensão e obesidade

    Fonte: ABN C/ G-Alagoas 



Facebook Comments

você pode gostar