Home NotíciasEsportes CRB é goleado pelo Bahia, por 4 a 0, e se despede da Copa do Nordeste

CRB é goleado pelo Bahia, por 4 a 0, e se despede da Copa do Nordeste

Por Alagoas Brasil Noticias

Fernanda Medeiros / Jogadores do Bahia comemoram mais um gol do time baiano sobre o CRB / Foto: Felipe Oliveira/Ascom Bahia – 19:53
Do céu ao inferno! Depois da euforia pela classificação na Copa do Brasil, no meio da semana, ao eliminar o Paysandu-PA e chegar à 3ª fase, o CRB caiu de forma desastrosa na Copa do Nordeste. Foi eliminado pelo Bahia, neste sábado (17), após sofrer a goleada impiedosa, por 4 a 0, em jogo pelas quartas de final da competição. O confronto da tarde deste sábado (17) foi disputado no estádio Pituaçu, em Salvado-BA.

Os gols do Bahia, classificado para as semifinais da competição regional, foram de Matheus Bahia e Thaciano, no primeiro tempo, e de Gilberto e Rossi, na segunda etapa. Assim, o Esquadrão de Aço vai enfrentar o Fortaleza, que venceu o CSA, também neste sábado, por 2 a 1. E o Galo, que foi dominado do início ao fim do jogo, com esta derrota deu adeus à competição.

O CRB já volta a campo na próxima quarta-feira (21), às 20 horas, para enfrentar o CSE, mas em jogo válido pela 7ª rodada do Campeonato Alagoano. E o Bahia, com seu time alternativo (sub-23), já joga neste domingo (18), pelo Baiano, contra o Bahia de Feira, às 16 horas, no Pituaçu. Detalhe, tanto CRB como Bahia esperam o sorteio de seus respectivos jogos da próxima fase, a terceira, da Copa do Brasil.

1º tempo

Bahia bateu o CRB por 4 a 0 – Foto: Adilton Venegeroles/Ag. A Tarde

No primeiro lance da partida foi o Bahia quem chegou, Nino Paraíba tentou acionar Gilberto na grande área, mas a bola acabou saindo pela lateral. Mas o CRB começava a sair mais para o jogo e, aos 5 minutos, Diego Torres achou Reginaldo sozinho na linha de fundo e tocou para ele, que bateu prensado em Matheus Bahia e foi para escanteio.

O Galo tentava fechar os espaços, enquanto o Bahia valorizava a posse da bola. E, aos 13 minutos, veio o gol dos donos da casa. Daniel tocou para Rossi, que cruzou para Rodriguinho. Ele deu uma furada, mas a bola sobrou para Matheus Bahia que só fez mandar para o gol, abrindo o placar: 1 a 0.

De novo o Bahia chegou aos 16 minutos, quando Gilberto recebeu a bola na grande área e bateu sem ângulo, obrigando o goleiro Diogo Silva a espalmar para longe. Aos 23 minutos, o Galo perdeu o zagueiro Diego Ivo, que saiu com uma lesão no joelho esquerdo e teve que ser substituído, por Matheus Stockl.

Em tarde infeliz, Galo não conseguiu superar o time baiano – Foto: Adilton Venegeroles/Ag. A Tarde

Aos 27 minutos, Diego Torres, do Galo, tentou arriscando a batida, mas a bola resvalou na marcação e saiu pela linha de fundo, em escanteio. Na cobrança, a defesa do Tricolor afastou a bola sem problemas. Aos 30 minutos, veio a resposta do time baiano. Gilberto recebeu a bola livre, na entrada da área, e chutou bonito, mas viu a pelota bater, caprichosamente, raspando o travessão e sair pela linha de fundo. Quase era o segundo gol do Bahia, que abusava das jogadas ofensivas pelo lado esquerdo do CRB.

Aos 39 minutos, quem assustou foi o Alvirrubro. Guilherme Romão recebeu o lançamento de Diego Torres e passou por Nino Paraíba facilmente, para bater cruzado da entrada da área e assustar o goleiro Douglas. A resposta do Tricolor veio aos 42 minutos e foi mortal. Nino Paraíba cruzou na cabeça de Thaciano, que testou com força e guardou no fundo da rede, aumentando a vantagem: 2 a 0.

O árbitro Antônio Dib Moraes decretou quatro minutos de acréscimos ao 1o tempo. O CRB ainda tentou aos 47 minutos: Luidy bateu cruzado, de fora da área, e deu um susto em Douglas. Essa parte do duelo foi até os 49 minutos, quando o árbitro deu o apito final à 1ª etapa.

2º tempo

“Estratégia” do técnico Roberto Fernandes não ajudou o CRB, que acabou levando a goleada de 4 a 0 – Foto: Adilton Venegeroles/Ag. A Tarde

Logo no primeiro minuto de bola rolando, o Bahia assustou. Nino Paraíba foi em velocidade, cortou para dentro da área, deixou dois marcadores para trás e bateu cruzado, vendo a bola passar perto do gol de Diogo Silva. A resposta do CRB veio um minuto depois. Lucão recebeu a bola sozinho dentro da área, girou e bateu, mas mandou para fora.

O Galo precisava correr atrás do resultado e o técnico Roberto Fernandes decidiu adiantar as linhas de seu time. Mas o Bahia estava melhor em campo e as estratégias de Fernandes parecem não ter surtido efeito, pois o time baiano ampliou o placar. Foi aos 14 minutos. Rodriguinho encontrou Gilberto livre na grande área, que bateu forte para o fundo do gol de Diogo: 3 a 0.

A partir dos 20 minutos, o Bahia passou a diminuir o ritmo de jogo e aproveitava a boa vantagem no placar. Só que, aos 24 minutos, em uma boa oportunidade, quando Thaciano roubou a bola na intermediária, encontrou Rossi na entrada da área do CRB e o atacante limpou a marcação, batendo rasteiro para ampliar: 4 a 0. Goleada no Pituaçu.

O Galo parecia não acreditar no que via (a goleada), estava aturdido em campo e aos 30 minutos buscou chegar com Diego Torres, que tentou o passe em profundidade para Hyuri, mas Luiz Otávio se antecipou e cortou a jogada regatiana. A essa altura os dois times já estavam totalmente modificados por seus treinadores. Aos 33 minutos, de novo o CRB tentou. Régis bateu uma falta da intermediária e Douglas espalmou para o lado.

Aos 41 minutos, Diego Torres cobrou uma falta da entrada da área, mas a bola resvalou na barreira. O árbitro decretou o final da partida, pontualmente aos 45 minutos, sem acréscimos à etapa final. CRB eliminado e Bahia classificado às semifinais do Nordestão.

Bahia foi superior o jogo todo e eliminou o Galo – Foto: Felipe Oliveira/Ascom Bahia

Bahia – Douglas Friedrich; Nino Paraíba (João Pedro), Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick de Lucca (Lucas Araújo), Daniel (Matheus Galdezani) e Thaciano; Rossi, Rodriguinho (Óscar Ruíz) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

CRB – Diogo Silva; Reginaldo Lopes, Gum, Diego Ivo (Matheus Stockl) e Guilherme Romão; Claudinei, Carlos Jatobá (Hyuri), Calyson (Ewandro) e Diego Torres; Luidy (Jiménez) e Lucão (Régis Tosatti). Técnico: Roberto Fernandes.

Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI).

Árbitro Assistente 1: Márcio Iglésias Araújo Silva (PI).

Árbitro Assistente 2: Alisson Lima Damasceno (PI).

Fonte: Gazeta Web




Príncipe da Paz !

Facebook Comments

você pode gostar