Home NotíciasPolicia Câmara Municipal de Maceió aprova moção de repúdio contra pastor que disse orar pela morte do humorista Paulo Gustavo

Câmara Municipal de Maceió aprova moção de repúdio contra pastor que disse orar pela morte do humorista Paulo Gustavo

Por Alagoas Brasil Noticias

O líder do governo na Câmara, vereador Siderlane Mendonça (PSB), que apresentou o documento, destacou que a opinião de José Olimpio foi um fato isolado e que ela não refletia a doutrina da igreja Assembleia de Deus em Alagoas.

“A igreja repudia da mesma forma a atitude de Olímpio, pois vai de encontro ao que é pregado”, destacou o vereador. “Lá não se prega morte, mas restauração de vidas. São mais de 200 templos espalhados em Maceió, onde seus membros chegam onde o poder público não vai e promovem transformação social”, acrescentou Mendonça.

Por outro lado, o Pastor-Presidente das Assembleias de Deus em Alagoas, José Orisvaldo Nunes de Lima, informou que o pedido de desculpas emitido por José Olimpio foi aceito pela congregação. No entanto, ele foi afastado do cargo de assessor e já não exerce a função pastoral.

A moção foi aprovada por unanimidade pelos vereadores e será direcionada pessoalmente ao pastor.

Entenda o caso

O pastor José Olímpio gerou polêmica nas redes sociais ao fazer uma publicação, no dia 15 de abril, afirmando que iria orar para que Paulo Gustavo se encontrasse com Deus.

José Olímpio chegou a pedir desculpas, por meio de nota divulgada nessa segunda-feira (19). “Primeiro, quero pedir desculpas, pois pedido de desculpa deve ocorrer quando se comete um ato falho sem a intenção de ofender ao atingido. Por isto, em primeiro lugar, peço desculpas, pois, quem me conhece, sabe que do meu íntimo jamais eu ofenderia propositalmente alguém. Estou dessa idade e, por aonde passei, fui construindo amigos e servindo a quem precisa com o que está ao meu alcance. Para saber quem é a pessoa deve-se buscar a começar na família, na vizinhança onde se criou e viveu e na igreja onde é membro. Se forem procurar falhas e imperfeições em mim, vão encontrar muitas, mas, malignas intenções, creio que não encontrarão. Considerando esse preâmbulo, peço DESCULPA, pois nunca foi intenção do meu coração ferir, ofender ou machucar a nenhum dos ofendidos (que são aos milhares), a começar do ator Paulo Gustavo, que foi atingido diretamente, passando por seus familiares, amigos, admiradores e muitos fãs, pois o mesmo é uma pessoa querida no mundo artístico”, diz trecho da nota.

Diante do caso, entidades representantes dos direitos das pessoas LGBTQIA+ de todo o país decidiram processar judicialmente o pastor alagoano por homofobia. O anúncio veio através de nota oficial publicada no sábado (17).

Já o Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL), instaurou, nessa segunda (19), a notícia de fato nº MP 01.2021.00001344-0 para apurar o crime de racismo praticado pelo pastor José Olímpio, da igreja evangélica Assembleia de Deus. A 60ª Promotoria de Justiça também requisitou instauração de inquérito à Delegacia-Geral da Polícia Civil para investigar o fato.

Fonte: Gazeta Web 

Facebook Comments

você pode gostar