Home Alagoas Maceió suspende aplicação da CoronaVac pela segunda vez e mais de 10 mil pessoas ficam sem o imunizante

Maceió suspende aplicação da CoronaVac pela segunda vez e mais de 10 mil pessoas ficam sem o imunizante

Por Alagoas Brasil Noticias

Por – Hebert Borges 

De acordo com a prefeitura, Maceió recebeu apenas 7.550 doses de CoronaVac na última remessa enviada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), quando eram necessárias

De acordo com a prefeitura, Maceió recebeu apenas 7.550 doses de CoronaVac na última remessa enviada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), quando eram necessárias 17.720

Vacina contra a Covid-19

Está suspensa, pela segunda vez, a aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac na capital alagoana. A Prefeitura de Maceió informou nesta segunda-feira (3) que por volta de 12h as doses da referida vacina acabaram nos oito postos de vacinação da cidade. A suspensão afeta as pessoas que estavam com data da segunda dose prevista para o dia 26 de abril.

De acordo com a prefeitura, Maceió recebeu apenas 7.550 doses de CoronaVac na última remessa enviada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), quando eram necessárias 17.720 para garantir a completa imunização da população que aguarda pelo complemento, ou seja, faltaram 10.170 doses para cumprir o calendário, considerando que não foram usadas “sobras” na vacinação.

A Secretaria Municipal de Saúde de Maceió (SMS) afirmou que desde a última sexta-feira (30) vem informando à Sesau sobre a possibilidade de falta de Coronovac na capital para a vacinação da segunda dose. O retorno da aplicação da segunda dose do imunizante depende, segundo a SMS, apenas do envio de novos imunizantes.

PROBLEMA RECORRENTE

No último dia 25 de abril, a Prefeitura de Maceió suspendeu pela primeira vez a aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac em Maceió. Á época, o município informou que o Estado só repassou 8.790 doses para a capital, que precisava de 26.510.

Ainda no domingo (25), A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL) informaram que decidiram, conjuntamente, estender o prazo para aplicação da segunda dose da Coronavac, passando de 21 para 28 dias – o que, segundo ele, é permitido pelo fabricante do imunizante e está previsto na bula da vacina.

Fonte – Gazeta Web

Facebook Comments

você pode gostar