Home » Carla Zambelli invade CPI da Covid para defender Wajngarten e causa tumulto

Carla Zambelli invade CPI da Covid para defender Wajngarten e causa tumulto

Por Alagoas Brasil Noticias
Por – Natasha Wermeck  e Estado Minas 16: 35
A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), invadiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado nesta quarta-feira (12). Ela tentou fazer contato com o depoente, Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação do governo federal, durante a suspensão da sessão, que é proibido pela condição dele de testemunha.
Em ofício assinado pelo presidente da Comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), apenas senadores, assessores, servidores da secretaria Geral da Mesa do Senado e polícia legislativa são autorizados a participar de forma presencial das oitivas, devido à pandemia de Covid-19. A entrada de Zambelli no espaço do colegiado durante o trabalho dos senadores foi barrada e a deputada discutiu com os senadores.
Tudo isso aconteceu no intervalo da sessão, após o presidente suspender a reunião. Segundo Omar, o advogado do ex-secretário deveria aconselhar ele para responder às perguntas da CPI, que jurou dizer a verdade. No vídeo, é possível ouvir a deputada opinando sobre a forma em que a condução do depoimento está sendo gerenciada pelo colegiado.
Nas redes sociais, Zambelli acusou o relator Renan Calheiros (MDB-AL) e o presidente de fazer ameaças a Wajngarten. “Ao ver que @fabiowoficial não estava criticando o Presidente ou atacando o governo, o relator e o presidente da CPI começam a fazer ameaças ao depoente, insinuando que ele estaria vulnerável agora que não está mais no governo”, escreveu e também compartilhou um vídeo da CPI.
Zambelli tentou barrar na Justiça que Renan Calheiros assumisse a relatoria antes da CPI.

Facebook Comments

você pode gostar