Home » Dopado, homem é arrastado até fogão a lenha e queimado vivo pela esposa

Dopado, homem é arrastado até fogão a lenha e queimado vivo pela esposa

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Gustavo Lopes – Homem teria sido morto em fevereiro, e corpo teria sido queimado em um forno — © Polícia -Civil/Divulgação13:04 
Uma mulher de 35 anos foi presa, temporariamente, suspeita de ter dopado e assassinado o próprio marido, Erni Pereira da Cunha, de 43 anos, além de queimar o corpo em um forno de fumo. O caso foi registrado em Dom Feliciano, no interior do Rio Grande do Sul.

O crime teria ocorrido no dia 15 de fevereiro – a última vez em que o homem foi visto. Segundo a delegada responsável pela investigação, Vivian Duarte, após a prisão, a mulher admitiu o assassinato. Ela afirmou que misturou o medicamento Diazepam com o suco de laranja da vítima.

A delegada, por sua vez, informou que além da mulher, o filho do casal, de 21 anos, também foi preso temporariamente, por suspeita de envolvimento no caso. A investigação aponta que o jovem, que tem uma irmã mais nova, de 16 anos, teria se envolvido em discussões com o pai.

O caso é investigado como homicídio doloso qualificado, uma vez que a defesa da vítima foi impossibilitada e houve premeditação por parte da autora do crime. A polícia aguarda os resultados da perícia para concluir o inquérito.

Fonte: BR104



Facebook Comments

você pode gostar