Anadia/AL

4 de agosto de 2021

Anadia/AL, 4 de agosto de 2021

Mais de 13 mil alagoanos já tiveram contrato de trabalho suspenso ou carga horária reduzida em 2021

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 14 de maio de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
2336495_ext_arquivo

Por – Hebert Borges 15:30

Em menos de um mês de vigência, 13.495 trabalhadores alagoanos foram incluídos pelos patrões no novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que prevê a suspensão ou redução da jornada de trabalho. Dados do Ministério da Economia apontam que a maioria (6.064) teve o contrato de trabalho suspenso.

A Medida Provisória (MP) que instituiu o programa foi editada pelo presidente da República em 27 de abril deste ano. O benefício, que é pago mensalmente aos trabalhadores que fecham acordo com o patrão, tem como referência a parcela do seguro desemprego a que o empregado teria direito. As medidas se assemelham ao Programa editado em 2020, fruto da MP 936, convertida na Lei nº 14.020.

De acordo com os dados do Ministério da Economia, logo após a suspensão, a modalidade mais escolhida pelos empregadores foi a de redução de 70% da carga horária de trabalho (4.807). Em seguida aparece a redução de 50% (2.405), e, por fim, a redução de 25% (454). A maioria dos acordos foi fechado entre 1 e 7 de maio (9.911). Os outros 3.819 foram fechados entre 28 e 30 de abril.

Os números mostram ainda que as mulheres foram as mais afetadas pelas medidas, foram 7.392 acordos entre elas. Entre os homens este número está em 6.338. Quando feito o recorte por faixa etária, as pessoas entre 30 e 39 anos foram as mais afetadas (4.447). Logo após aparecem os trabalhadores com idade entre 40 e 49 anos (3.237), 25 a 29 anos (2.441), 18 a 24 anos (1.869), 50 a 64 anos (1.689), maiores de 65 anos (32), e por fim, de 0 a 17anos(15). 

Segundo o painel do Ministério, o setor de Serviços foi o que mais recorreu à medida em Alagoas, com 8.552 acordos firmados. Logo após aparece o Comércio, com 4.107 acordos; a Indústria, com 829 acordos; a Construção, com 231;

Agropecuária, com 8; e três que não tiveram o setor informado. Dentro do setor de Serviços, já são 1.699 acordos fechados somente em restaurantes.  Em Alagoas, a maioria dos acordos foi fechada entre trabalhadores de Maceió (8.662), em seguida os de Arapiraca (1.568), Penedo (345) e Palmeira dos Índios (303). Em todo o Brasil, foram 796.816 acordos. O Estado com o maior número de acordos, até agora, é São Paulo, com 191.392 acordos.

Fonte/Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter