Anadia/AL

29 de julho de 2021

Anadia/AL, 29 de julho de 2021

Bolsonaro é autuado por aglomeração e falta do uso de máscara no MA

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de maio de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
51191292022_f87c6f856e_k (1)

Cerimônia alusiva à liberação da ponte sobre o Rio Parnaíba, entre os estados do Piauí e Maranhão Foto: Isac Nóbrega/PR

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou pelas redes sociais, na noite desta sexta-feira (21), que a vigilância sanitária atuou o presidente Jair Bolsonaro por promover aglomeração e desrespeitar as regras sanitárias em seu estado. “A lei é para todos”, ponderou o governador.

Em postagem no Twitter, Flávio Dino exaltou o trabalho da equipe de saúde do estado, que “tem trabalhado muito” e acrescentou que dessa forma a Secretaria de Estado de Saúde resolveu “lavrar Auto de Infração contra o presidente da República, pela promoção no Maranhão de aglomerações sem nenhum cuidado sanitário”.

“O presidente da República deve observância à legislação federal e estadual. Está em vigor uma norma proibindo eventos acima de 100 pessoas e determinando o uso de máscaras. O presidente poderá exercer seu direito de defesa. Valor da multa está previsto em Lei Federal”, declarou o governador.

Segundo dados do consórcio da imprensa divulgados nesta sexta-feira (21), a média móvel de mortes por Covid-19 no país aumentou 8% em relação há 14 dias. Apesar de ser o estado que tem o menor índice de incidência de casos e mortes pela Covid-19, o Maranhão teve hoje, pelo terceiro dia seguido, mais de 1 mil casos registrados da doença. Foram 1.109 casos registrados e 31 óbitos pela doença, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A autuação foi expedida em nome de Bolsonaro e endereçada ao Palácio do Planalto. Foi dado um prazo de 15 dias para o presidente se defender das acusações.

Leia abaixo o documento:

Do portal do PCdoB

Fonte: P. Vermelho



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter