Anadia/AL

29 de julho de 2021

Anadia/AL, 29 de julho de 2021

Engenheiros eletricistas repudiam privatização da Eletrobrás

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de maio de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
eletrobras113133

Câmara aprovou MP que viabiliza privatização da Eletrobras- Foto: Assessoria de Comunicação da Eletrobrás. 16:33
A Coordenação Nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Elétrica (CCEEE) do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia aprovou uma moção de de repúdio à Medida Provisória (MP) 1031/2021, que viabiliza a privatização da Eletrobrás.

A MP foi aprovada na semana passada pela Câmara dos Deputados e agora segue para o Senado. O modelo de desestatização prevê a venda de novas ações no mercado sem a participação da empresa, resultando na perda do controle acionário de voto mantido atualmente pela União.

No documento, aprovado por unanimidade na sexta-feira (21), os engenheiros eletricistas argumentam que a Eletrobras é uma das maiores empresas de produção e transmissão energia da América Latina e Caribe.

Segundo a moção de repúdio, “engenharia brasileira será fortemente afetada porque o desenvolvimento tecnológico do setor elétrico brasileiro construído ao longo de décadas de investimentos e estudos será transferido para outra empresa, normalmente estrangeira, que usará tecnologias e empresas do seu país de origem. Projetos importantes como a construção do submarino nuclear brasileiro estariam ameaçados, atacando frontalmente a defesa da soberania nacional”, destacam.

A moção será encaminhada à Comissão de Ética e Exercício Profissional (Ceep), e depois para o Plenário do Confea. E, se aprovada, será enviada ao Legislativo, Executivo e agências reguladoras.

Criada em 1961, a Eletrobras é considerada uma das principais responsáveis pela formação da matriz energética brasileira, que está entre as mais limpas e renováveis do planeta. Atualmente, a Eletrobras responde por 33% da geração e 47% da transmissão de energia elétrica no país. 

Fonte: P. Vermelho



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter