Home » Maria Flor é ameaçada de morte após criticar o governo de Bolsonaro

Maria Flor é ameaçada de morte após criticar o governo de Bolsonaro

Por Alagoas Brasil Noticias

  / Maria Flor  – Foto: Na Telinha – 17:11
Maria Flor, atriz de 37 anos, comentou em entrevista à jornalista Alessandra Medina, do jornal O Globo, sobre as ameaças de morte que recebe por se posicionar contra o governo de Jair Bolsonaro. Na ocasião, a artista criou a personagem ‘Flor Pistola’ para fazer suas críticas ao atual presidente e isso acabou gerando incômodo nos apoiadores do político.

“Recebo uma enxurrada de ataques. Já pegaram a minha foto e colocaram em vários perfis bolsonaristas. Você nota que tem uma organização para aquilo se espalhar com velocidade. Quando inventei a personagem, sabia que poderia ser atacada, mas não imaginava que fosse tão agressivo. Conseguiram meu celular e me mandaram um recado por aplicativo de mensagem, dizendo que sabiam onde eu morava… Fizeram, inclusive, ameaças de morte. Também inventaram que a minha produtora, a Fina Flor Filmes, fez uma captação de 10 milhões pela Lei Rouanet e que eu tinha sumido com o dinheiro.”, desabafou.

A atriz disse ainda, que logo no início quando criou a personagem, foi duramente criticada por falar muitos palavrões, demonstrando sua revolta.

“No início, muitas pessoas ficavam incomodadas com o fato de ela falar muito palavrão. Quer dizer que uma mulher não pode xingar? Se fosse um homem, isso não seria uma questão. Nossos governantes falam palavrão e todo mundo acha normal. Agora, chega uma mulher falando, é um choque. Isso é machismo, censura.”, declarou.

Decisão de se posicionar

Maria Flor explicou de onde surgiu a decisão de se posicionar contra o governo de Jair Bolsonaro. A atriz conta que, estava cansada de ver tudo o que estava e ainda está acontecendo no país, sem mostrar sua indignação.

“Estava cansada de não usar a internet com aquilo que acredito, falando sobre assuntos que me incomodam, que me deixam indignada. Por isso inventei a Flor Pistola. Muita gente não entende que é uma personagem. Como ela não tem uma caracterização, confundem comigo. Mas não acho de todo ruim, não me sinto incomodada por isso. A rede social é assim: esse limite entre o que é ficção e o que é realidade. A vida das pessoas nas redes sociais não é aquilo que elas mostram. Aquele é um enquadramento do que elas decidiram mostrar do cotidiano delas. A Flor Pistola não sou eu, mas tem a indignação que eu tenho sobre alguns assuntos. Confesso que ela me salva. É tanta notícia ruim que a gente está ficando entalado. É bom colocar para fora. Esse governo não nos dá um dia de paz.”, desabafou a artista.

 

Fonte: Entretê

 


Facebook Comments

você pode gostar