Anadia/AL

29 de julho de 2021

Anadia/AL, 29 de julho de 2021

Ainda não há confirmação sobre sediar Copa América no Brasil, diz ministro da Casa Civil

Por GyanCarlo

Em 31 de maio de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv
Luiz Eduardo Ramos (Foto: Anderson Riedel/PR) | 20:43 

O ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, afirmou nesta segunda-feira que a possibilidade de o Brasil sediar a Copa América de futebol ainda está em processo de negociação, que deve ter uma definição na terça-feira, mas ressaltou que o país vai acolher o torneio de futebol se houver condições para isso.

“Ainda não tem nada certo, quero pontuar de uma forma bem clara, estamos no meio do processo, mas não vamos nos furtar a uma demanda caso seja possível de atender”, disse.

“Vou ainda fazer ligações com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), estamos verificando detalhes, amanhã se Deus quiser teremos uma posição final”, reforçou ele, em rápido pronunciamento no Palácio do Planalto n início da noite de segunda.

O ministro explicou que a demanda ocorreu via CBF, destacou que o evento é privado e ponderou que os jogos seriam realizados sem a presença de público.

“É importante destacar que este evento, caso se realize, ele não terá público, tem saído algumas notícias com relação ao público, ele não terá público”, ressaltou.

Após participar de uma videoconferência com representantes da CBF, o titular da Casa Civil disse que o torneio contará com a presença de, no máximo, 10 times.

“São 10 times, com dois grupos, 65 pessoas por cada delegação, todos vacinados, foi a imposição que nós tratamos com a CBF. Até agora não há documento firmado, apenas essas tratativas. Bem como a seleção brasileira também será vacinada.”

O torneio iria ter como sedes a Colômbia e a Argentina, mas não os países não foram confirmados como anfitriões em razão da crise sanitária e, em particular na Colômbia, de uma crise política.

Ao rebater críticas desde que veio a público a possibilidade de o torneio ser realizado no Brasil entre os meses de junho e julho, Ramos aproveitou para lembrar que já estão em curso outros campeonatos de futebol no país.

“Senhores, primeiro que foi uma demanda realizada via CBF pela Conmebol. Outra coisa, estamos em plena pandemia, numa situação difícil, ele envolve 20 times na série A e 20 times na série B. Ou seja, estão ocorrendo jogos em todo o Brasil. Fora esse detalhe, acabaram na semana passada os campeonatos estaduais”, disse.

“Então, com relação à realização dos jogos da Copa América, que serão poucos, não sei porque algumas pessoas se pronunciaram contra o evento, se há jogos do Campeonato Brasileiro e ocorreram jogos do campeonato estadual e Libertadores”, completou.

O secretário especial de Esportes, Marcelo Magalhães, disse que o governo recebeu a demanda da CBF nesta manhã para a realização do evento e caberá à confederação negociar com os Estados e municípios as sedes para os jogos.

“O governo federal apenas dará toda a parte de estrutura para a entrada dessas equipes no país. Basicamente isso”, ressaltou.

Fonte: Brasil 247   
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter