Anadia/AL

30 de julho de 2021

Anadia/AL, 30 de julho de 2021

CRB perde para o Palmeiras, no Rei Pelé, no jogo de ida da Copa do Brasil: 1 a 0

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 4 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
03-06-2021_CRB_x_Palmeiras_AC_178.2e16d0ba.fill-1120x650

Fernanda Medeiros / Gol do Verdão foi de Willian, no finalzinho do 1º tempo; decisão da vaga será na quarta-feira (6), no Allianz Parque / Foto: Ailton Cruz / 00:38
O CRB não fez o seu dever de casa. Na partida de ida, válida pela terceira fase da Copa do Brasil 2021, o Galo perdeu para o Palmeiras na noite desta quinta-feira (3), por 1 a 0, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e agora vai decidir a sua vida na competição no jogo de volta, fora de casa. Com este resultado, o time regatiano precisará vencer por dois gols de diferença no Allianz Parque; se vencer por 1 a 0 ou conquistar qualquer vitória por um gol de diferença, a decisão vai para os pênaltis.

O Verdão fez o seu gol, o único do confronto desta noite, com William, no finalzinho do primeiro tempo, aos 42 minutos. Vale lembrar que quem passar desta fase vai faturar R$ 2,7 milhões em premiação. 

CRB e Palmeiras voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (9), às 19 horas, no Allianz Parque, em São Paulo. Mas pelo Brasileiro da Série B o Galo já volta a campo neste domingo (6), às 18h15, no Mineirão, em Belo Horizonte-MG. E o Verdão, pela Série A, vai enfrentar a Chapecoense, também no domingo (6), às 18h15, no Allianz Parque.

1º Tempo

CRB não deu sorte contra o Palmeiras e perdeu por 1 a 0 – Foto: Ailton Cruz

O jogo começou de forma lenta, nos primeiros cinco minutos, com muitas interrupções para atendimento a jogadores do Palmeiras, que se machucaram. Além disso, a duas equipes erravam muitos lançamentos. Aos 7 minutos, o CRB teve uma falta em seu favor. Diego Torres foi para a cobrança, mas ela explodiu na barreira.

O time regatiano estava um pouco melhor na partida, que chegava aos 15 minutos. Enquanto o Verdão tentava adquirir a posse de bola, mas tinha dificuldades. Mas, exatamente aos 15 minutos, o Palmeiras assustou. Após cruzamento de escanteio para Willian, ele desviou sozinho e viu a bola explodir na trave e ter a chance desperdiçada.

A partida tinha muitas jogadas pelo meio-campo e os dois times pareciam esperar a oportunidade de um contra-ataque, mas o CRB jogava de igual para igual com o Verdão. E, aos 22 minutos, em boa chegada de Reginaldo, ele lançou na área, mas Erik pegou muito embaixo da bola e acabou chutando por cima da trave, jogando no lixo a boa chance de abrir o placar. A resposta do Palmeiras veio um minuto depois e quase saiu o gol. Após um cochilo da defesa do Galo, Diogo Silva saiu mal da meta e não encontrou nada, mas na hora de Rony chutar para o gol vazio, Frazan deu um carrinho providencial para salvar o CRB.

Aos 28 minutos, o Palmeiras, que cresceu ofensivamente, tentou pela primeira vez pela direita de ataque, o cruzamento foi rasteiro, mas Reginaldo interceptou antes de a bola chegar em William. Aos 31 minutos, de novo o time paulista. Patrick de Paula conseguiu a arrancada pelo meio e buscou o passe em profundidade para Lucas Lima, mas Frazan, que estava muito bem colocado, se antecipou e afastou o perigo.

CRB e Palmeiras fizeram um jogo igual, esta noite, no Rei Pelé – Foto: Ailton Cruz

A etapa inicial passava dos 35 minutos e as duas equipes davam muitos passes errados, sendo um problema para ambas. Aos 38 minutos, em uma cabeçada à queima-roupa de Victor Luis, na segunda trave, o goleiro Diogo Silva fez uma grande defesa e livrou o Galo de sofrer o seu primeiro gol no jogo. Na jogada seguinte, aos 40 minutos, o Palmeiras até que guardou a bola no gol, com Patrick de Paula, mas o árbitro invalidou porque marcou a saída de bola.

Se não foi desta vez, o gol do Palmeiras saiu aos 42 minutos. O Verdão foi para cima, novamente, desta vez a defesa do CRB deu bobeira e não marcou em cima, Rony chutou bem, Diogo Silva espalmou, mas William só fez chutar fácil e abrir o placar: 1 a 0.

Aos 43 minutos, o Palmeiras quase fez o segundo: o CRB saiu mal e William quase retribuiu o favor a Rony. O camisa 7 recebeu bem, mas chutou para fora, para alívio do Regatas. O árbitro determinou dois minutos de acréscimos à primeira etapa que foi encerrada pontualmente até os 47’, quando se ouviu o apito de Ramon Abatti Abel: Palmeiras 1×0 CRB.

2º Tempo

Willian comemora o gol do Palmeiras assinalado por ele – Foto: Ailton Cruz

Quem começou assustando na segunda etapa foi o Palmeiras. Logo no primeiro minuto de bola rolando, o goleiro do Galo foi obrigado a fazer uma boa defesa, após o chute forte de Scarpa, da entrada da área. Aos 4 minutos foi a vez de Gum livrar o perigo. Ele subiu mais alto que o ataque do Palmeiras e tirou a bola da área, após cruzamento de Victor Luis.

Aos 9 minutos, o CRB teve um escanteio em seu favor, mas Erik cobrou fechado e Jailson afastou de soco. O Palmeiras era bem melhor na etapa final, tomava conta do jogo. Aos 17 minutos, em uma boa chance do Galo, Gum cabeceou com perigo, o goleiro defendeu dando rebote, mas não tinha ninguém do time regatiano ali para aproveitar e mandar para o gol.

O Palmeiras quase fez o segundo gol aos 21 minutos, quando Zé Rafael pegou a sobra na entrada da área e chutou forte, a bola foi rasteira, no cantinho de Diogo Silva, que espalmou mandando para escanteio. Aos 26 minutos, o CRB chegou, quando Ewandro tentou acionar Diego Torres, mas o passe saiu forte demais e pela linha de fundo, e o argentino não conseguiu alcançar.

Aos 31 minutos, numa arrancada de Diego Torres, após receber na intermediária, ele tentou o chute forte de fora da área, mas a bola acabou sendo bloqueada pela defesa palmeirense. O jogo passava dos 35 minutos e os dois times já haviam feito várias modificações de atletas. O Galo para tentar ao menos o gol de empate; e o Verdão para tentar ampliar ou mesmo segurar o resultado.

CRB e Palmeiras voltam a se encontrar no dia 6, em São Paulo – Foto: Ailton Cruz

No finalzinho o time palmeirense passou a pressionar e quase ampliou aos 44 minutos. Após o corte parcial deixar a bola na medida para Wesley, ele tocou de cabeça, mas a bola parou na ótima defesa do goleiro do CRB. O Galo também passou a pressionar e, aos 46 minutos, assustou. Diego Torres tocou a bola para Jean Patrick, ele tentou chutar de qualquer jeito e acabou sendo travado, perdendo a chance do gol de empate.

O árbitro decretou cinco minutos de acréscimos e, aos 50 minutos o duelo da Copa do Brasil chegou ao seu final, com a vitória do Palmeiras sobre o CRB, por 1 a 0, no Rei Pelé.

CRB – Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão (Wellington); Claudinei (Marthã), Carlos Jatobá (Jean Patrick) e Diego Torres; Erik (Dudu), Hyuri e Ewandro (Calyson). Técnico: Allan Aal.

Palmeiras – Jailson; Mayke, Luan, Renan e Victor Luis; Felipe Melo (Michel), Patrick de Paula e Scarpa (Zé Rafael); Lucas Lima (Raphael Veiga), Rony (Wesley) e Willian (Luiz Adriano). Técnico: Abel Ferreira.

Árbitro – Ramon Abatti Abel (CBF-SC).

Assistentes – Kleber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Helton Nunes (CBF-SC).

Quarto árbitro – José Ricardo Laranjeira (CBF-AL).

Analista de campo – Flávio Feijó de Omena (CBF-AL).

Fonte: Gazeta Web


Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter