Anadia/AL

1 de agosto de 2021

Anadia/AL, 1 de agosto de 2021

Em parceria com a UFAL, Pilar fará projetos em várias áreas do conhecimento

Por GyanCarlo

Em 11 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv

ASCOM UFAL | Reunião do reitor Josealdo Tonholo com o prefeito de Pilar, Renato Filho | Manuella Rithyane | 20:24

Em reunião realizada no início da semana, o reitor Josealdo Tonholo e o prefeito de Pilar, Renato Filho, realizaram um acordo para que a Universidade Federal de Alagoas (UFAL) efetuasse projetos em várias áreas do conhecimento em benefício do município.

Em função disso, o reitor encaminhou um documento aos docentes e servidores técnicos interessados para que eles apresentem propostas. “Fomos procurados pela Prefeitura Municipal de Pilar com vistas ao estabelecimento de uma cooperação técnica de longo prazo com a Ufal. A proposta é que tenhamos um termo de cooperação, gerido pela Propep [Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação] e pela Proginst [Pró́-reitoria de Gestão Institucional], que abrangerá várias áreas do conhecimento, visando desenvolvimento daquele município”, relatou Tonholo.

Segundo José Tonholo, o prazo para entrega dos projetos é dia 15 de junho. A colaboração terá uma rodada inicial de apresentações dos interesses do Município e dos pesquisadores, além de grupos de pesquisa da UFAL, em temáticas pré-estabelecidas. “Neste momento não se fala ainda em financiamento, o que poderá ocorrer tanto com orçamento da Prefeitura como busca de parceiros, a depender do montante dos projetos que serão elencados como prioritários.”

No Instagram, o prefeito Renato Filho publicou sobre a reunião. “Tivemos uma reunião produtiva na Ufal com o reitor Josealdo Tonholo. Na oportunidade, reafirmamos a nossa parceria visando a construção de projetos para benefício do Pilar e de toda a região. Vem coisa boa por aí para o complexo lagunar Manguaba-Mundaú.”

No documento enviado aos servidores, o reitor pautou as áreas de interesse de Pilar: 

  • Complexo Estuarino Lagunar Mundaú Manguaba: estudos ambientais, biodiversidade, monitoramento de poluentes, tecnologias de desassoreamento e recuperação, etc;
  • Turismo e sustentabilidade, incluindo a potencialidade de uso do CELMM;
  • Petróleo e Gás: estudos relativos às novas oportunidades de negócios com uso de gás natural, poços/campos maduros onshore, estudos estratégicos e portadores de futuro na área;
  • Energias alternativas: estudos acerca da viabilidade técnica, potencialidade de uso de tecnologias solar e eólica, uso de biomassa;
  • Educação empreendedora visando erradicação da extrema pobreza; mobilização de comunidades, colônia de pescadores e similares, além da economia criativa;
  • Ações de integração social com envolvimento de jovens, atividades de saúde, esporte, lazer;
  • TICs e a estruturação de uma cidade digital/inteligente.

Os servidores que quiserem participar devem preencher o formulário, que ficará disponível até 15 junho. “O formulário é simples e de rápido preenchimento. Logo após a etapa de entrega dos projetos, a Propep entrará em contato com mais detalhes sobre a realização da reunião, tão logo tenhamos as indicações dos participantes”, ressaltou Tonholo.

Fonte: Gazeta Web 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter