A prefeita de Lagoa da Canoa, assinou, nesta quarta-feira (16), o Convênio de Cooperação com o Governo do Estado que irá proporcionar a regionalização do planejamento, organização, gestão, fiscalização e regulação dos serviços de fornecimento de água e esgotamento sanitário.

O Convênio de Cooperação entre a Prefeitura de Lagoa da Canoa e o Governo do Estado visa atender às diretrizes do Novo Marco Legal do Saneamento Básico e o seu intuito de viabilizar a universalização dos serviços até 31 de dezembro de 2033. As assinaturas de adesão ocorreram no Auditório Aqualtune, Palácio República dos Palmares, após a reunião da Unidade Regional de Saneamento Básico do Bloco B, formado por 49 municípios do Agreste e Sertão alagoanos.

“Assinamos junto esse Convênio com o objetivo de sanarmos o problema do fornecimento de água e esgotamento sanitário em nossa cidade. Momento único, impar para Lagoa da Canoa, um projeto que o nosso município não teria condições de realizar com recursos próprios. Será um longo caminho a ser percorrido até a conclusão, mas a felicidade em estar entre os 49 municípios contemplados nessa fase é muito grande”, frisou Tainá Veiga.

Lei

Alagoas criou, por meio de Lei Estadual, a Unidade Regional de Saneamento. Essa estrutura de regionalização foi concebida com o propósito de permitir que os entes federativos conjuguem esforços com vistas à universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

O Convênio vai garantir a universalização da água em até seis anos no restante dos municípios do Estado, e todo o esgotamento sanitário até o prazo da lei, que é 2033.

Além de Lagoa da Canoa já integram o Convênio de Cooperação os municípios de São Brás, Palmeira dos Índios, Minador do Negrão, Quebrangulo, Belo Monte, Estrela de Alagoas, Piranhas, Junqueiro, Senador Rui Palmeira, Cacimbinhas, Carneiros, Monteirópolis, Jacaré dos Homens, Campo Grande, Coité dos Nóia, São Sebastião, Dois Riachos, Poço das Trincheiras, Palestina, Mata Grande e Santana do Ipanema.

Fonte: Cada Minuto