Anadia/AL

4 de agosto de 2021

Anadia/AL, 4 de agosto de 2021

Paquetá dá início à primeira etapa de vacinação em massa

Por GyanCarlo

Em 17 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv

CNN Brasil | Beatriz Puente | 20:42

Começa nesta quinta-feira (17) a primeira etapa do estudo da imunização em massa contra a Covid-19, na Ilha de Paquetá, na Região Central do Rio de Janeiro. A primeira ação do experimento científico será a coleta de sangue dos voluntários pela prefeitura e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Já a vacinação em massa está marcada para ter início no domingo (20). 

O evento contará com a presença do ministro da saúde Marcelo Queiroga, do prefeito Eduardo Paes, da presidente da Fiocruz, Nisia Trindade, e do secretário municipal de saúde Daniel Soranz. 

Todas as pessoas acima de 18 anos poderão comparecer à unidade de saúde da ilha para fazer a coleta de acordo com o horário indicado pela inicial do nome e faixa etária. Essa etapa vai durar até sábado, dia 19. A partir das 8h30, a coleta inicia com os idosos de 70 anos ou mais e termina às 16h30 com os voluntários com idades entre 18 e 39 anos. 

O experimento tem o intuito de mostrar em quanto tempo a população não terá que seguir medidas restritivas, como o isolamento social. Após a vacinação em massa haverá uma segunda testagem nos habitantes da Ilha, para os pesquisadores realizarem análises e comparações de taxas da doença.

Nenhuma etapa do estudo será realizada de forma obrigatória. Os voluntários vão receber um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e, em qualquer momento da pesquisa, podem deixar de participar. Além disso, nenhum nome será exposto ou divulgado pela prefeitura.  

A segunda dose da vacina será aplicada após oito semanas, ou seja, na segunda quinzena de agosto. Na segunda-feira (14), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, usou as redes sociais para anunciar que pretende fazer um ‘carnaval fora de época’ na Ilha de Paquetá, em setembro, quando toda a população com mais de 18 anos já tiver sido vacinada.  

“Se tudo der certo, já temos o nosso primeiro evento teste marcado. Bora vacinar”, disse. 

O Secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, afirmou que duas outras pesquisas semelhantes serão conduzidas pela Fiocruz. Uma em Manguinhos, apenas com vacinas da Astrazeneca, e outra na Maré, com diversos imunizantes já aprovados pela Anvisa. Porém, Soranz destaca que o evento só será possível com a adesão dos moradores à vacina.  

“A Fiocruz está avaliando mais dois estudos, na comunidade da Maré e na comunidade de Manguinhos, também com 100% da população vacinada, ainda em tramitação dentro da Fiocruz, mas a prefeitura já foi informada que, tanto Maré quando Manguinhos, serão escolhidos para estudos de inquérito vacinal em comunidades mais pobres”, revelou o Secretário, que não quis adiantar detalhes sobre o projeto, que ainda não tem data definida. 

Fonte: CNN

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter