Após se manifestar nas redes sociais sobre a triste marca de mais de 500 mil brasileiros mortos pela Covid-19, o presidente da Camara dos Deputados, Arthur Lira, recebeu um pedido dos partidos de oposição pedindo a declaração de luto oficial por sete dias no Congresso devido ao número de mortos. 

Lira colocou que o dia era de dor. “Cada vida que se vai é uma dor. Amanhã também será um dia de dor. Enquanto todos não estiverem vacinados, com a pandemia sob controle, teremos dias de dor.”

Os ofícios levam assinatura do líder da Minoria na Câmara, Marcelo Freixo (Psol-RJ), da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), e ainda pelo PT, PCdoB, PDT, PSB, Psol e Rede.

“É trágico e inaceitável a marca de meio milhão de brasileiros e brasileiras mortos pela pandemia de coronavírus! A declaração de luto oficial é uma forma de a Casa do Povo honrar a memória desses compatriotas que partiram”, diz o documento.

Para a oposição o luto oficial significa “um gesto simbólico muito importante no atual momento que vivemos”.

Fonte: Cada Minuto