Anadia/AL

3 de agosto de 2021

Anadia/AL, 3 de agosto de 2021

Luís Miranda adverte senador bolsonarista da CPI da Covid: ” vou derrubar a República”

Por GyanCarlo

Em 24 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vv
Deputado Luís Miranda, o Planalto e a Covaxin (Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados | Reuters | Agência Senado) | 09:27

O deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) esteve com o relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), na terça-feira (22). Enquanto os dois conversavam, o senador Marcos Rogério (DEM-RO), um dos líderes da bancada bolsonarista na CPI, entrou na sala e ouviu uma declaração explosiva. “Você apoia o governo, mas eu vou derrubar a República”, teria dito Miranda ao colega de partido. A informação foi publicada pela Coluna do Estadão.

Miranda queixou-se a Renan Calheiros que seu irmão, Luis Ricardo, chefe de importação do Departamento de Logística do Ministério da Saúde está sendo perseguido e injustiçado pelo governo. Disse também ter provas para apresentar nesta sexta-feira (25), quando deve depor na CPI da Covid.

Ao site Metrópoles, o deputado disponibilizou as mensagens encaminhadas a um secretário de Bolsonaro com os alertas de uma possível corrupção na pasta. 

A Covaxin foi a vacina mais cara adquirida pela gestão de Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde, ao custo de US$ 15 por dose. A compra superfaturada do imunizante foi a única para a qual houve um intermediário e sem vínculo com a indústria de vacina, a empresa Precisa. O preço da compra foi 1.000% maior do que, seis meses antes, era anunciado pela fabricante.

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), prevê a queda de Bolsonaro. “O governo não se aguenta. Sexta-feira ele cai”, teria dito o senador. 

Em represália ao deputado Luís Miranda, o governo Bolsonaro mandou a Polícia Federal investigar as denúncias do parlamentar e de seu irmão.

Fonte: Brasil 247 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter