Foto: Márcio Ferreira | Renan Filho | 09:00

Após a vereadora por Maceió, Teca Nelma, ser vítima de desrespeito e ter sua fala censurada durante sessão na Câmara, nesta quarta-feira (23), na qual foi aprovada, por maioria dos votos, a concessão do título de cidadão honorário de Maceió ao presidente Jair Bolsonaro, o governador de Alagoas, Renan Filho, prestou solidariedade a parlamentar.

Teca Nelma votou contra a concessão do título ao presidente e na justificativa de seu voto se referiu a Bolsonaro como “genocida”. A parlamentar foi criticada pelo também vereador Fábio Costa, que defendeu o chefe do Executivo federal, afirmou que Teca Nelma cometeu injúria e pediu a Casa para “censurar” o termo, desabonando a fala e o voto da colega.

O episódio repercutiu entre os parlamentares e internautas e o governador Renan Filho, usou as redes sociais para manifestar apoio à vereadora.

“Desrespeitar, infantilizar ou descredenciar as mulheres é forma grave de preconceito. Vivemos tempos sombrios e não aceitaremos isso. Minha solidariedade, vereadora Teca Nelma”, postou o governador.

Também nas redes sociais, Teca Nelma reafirmou o voto contra a pauta e disse repudiar o título concedido a Bolsonaro.

Fonte: Cada Minuto