Anadia/AL

4 de agosto de 2021

Anadia/AL, 4 de agosto de 2021

MINISTRO DA SAÚDE BRITÂNICO PEDE DEMISSÃO APÓS FURAR QUARENTENA PARA BEIJAR ASSISTENTE

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 27 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
reuters

Ministro pede demissão no Reino Unido – Foto: Reprodução / 10:50
O ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, pediu demissão neste sábado (26) por quebrar regras de distanciamento social, um dia depois que fotos dele beijando e abraçando uma assistente foram publicadas no tabloide britânico The Sun.

Quem assumirá o seu posto é o ex-ministro britânico das Finanças Sajid Javid, informou o gabinete do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

“Devemos ser honestos com as pessoas que sacrificaram tanto nesta pandemia quando os decepcionamos, como eu fiz ao violar as determinações”, escreveu Hancock em uma carta a Boris Johnson.

Hancock também publicou um vídeo em sua conta no Twitter anunciando a demissão, onde afirma:

“Me reuni com o primeiro-ministro e renunciei ao cargo de ministro da Saúde. Eu entendo o enorme sacrifício que todos neste país têm feito. Aqueles de nós que fazem essas regras têm que cumpri-las e é por isso que tenho que deixar o cargo”.

O jornal The Sun alegou que Hancock, que é casado, estaria em um caso extraconjugal com a assistente Gina Coladangelo, que ele mesmo indicou ao cargo.

Segundo a publicação, as imagens dos dois se beijando e abraçando foram tiradas dentro do Departamento de Saúde, no início de maio de 2021, quando era proibido o contato íntimo entre as pessoas fora de casa, disse a Reuters.

O distanciamento social nos locais de trabalho não é uma exigência legal, mas é recomendado pelo governo britânico, destacou a BBC.

As pessoas são aconselhadas a manter 2 metros de distância, sempre que possível, ou 1 metro com mitigação de risco.

Johnson disse na sexta-feira que aceitou um pedido de desculpas do ex-ministro e considerou o assunto encerrado, mas Hancock enfrentou uma pressão crescente para desistir.

“Devemos isso às pessoas que se sacrificaram tanto nesta pandemia para ser honesto quando os decepcionamos, como fiz ao violar a orientação”, disse Hancock em sua carta.

Johnson disse em resposta que lamentava recebê-lo. “Você deve estar imensamente orgulhoso de seu serviço”, escreveu ele. “Agradeço seu apoio e acredito que sua contribuição para o serviço público está longe de terminar.”

Fonte: G1




Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter