Anadia/AL

1 de agosto de 2021

Anadia/AL, 1 de agosto de 2021

Presidente da AMA e prefeitos acompanham Comissão da Câmara dos Deputados em visita técnica em Maribondo

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 28 de junho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
rs=w_600,h_400,i_true,cg_true,ft_cover

Foto: Assessoria / 22:49
Dona Maria Aparecida da Silva, agricultora de Maribondo, é uma das centenas de pessoas que está sendo prejudicada com o fechamento da agência do Banco do Brasil no município. Ela precisa percorrer mais de 50 km para poder realizar seus pagamentos bancários na agência mais próxima da sua casa, que fica em Arapiraca. A outra opção mais viável para ela é ir à capital do Estado, que fica a mais de 80 km da sua residência. “Toda vez preciso mandar alguém para Arapiraca ou Maceió é um gasto a mais, um prejuízo”, afirmou.

Na manhã desta segunda-feira (28), a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara dos Deputados, acompanhada do presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, prefeitos da região e deputados federais, realizou uma visita técnica na região. Após a visita, a comitiva foi ao município de Dois Riachos, para uma audiência pública para ouvir a empresários, produtores rurais, aposentados, funcionários do banco e a sociedade em geral sobre o fechamento do banco.

Comissão da Câmara dos Deputados visitando a agência fechada em Maribondo

“Estamos aqui em virtude da provocação da AMA, que pediu ao deputado Isnaldo Bulhões que fizéssemos uma intervenção, no sentido de tomar atitude para impedir o fechamento de novas agências e reabrir os postos e agencias que já foram fechados. Muitas pessoas são prejudicadas, ainda mais nos locais que foram fechados de forma abruta, sem diálogo. Essas pessoas precisam ser respeitadas”, afirmou o deputado federal, Hildo Rocha. Ele é autor do requerimento 88/2021, no qual argumenta que o fechamento terá consequências sociais de diversas ordens, pois faltam meios para que as pessoas se desloquem para cidades ou bairros distantes para realizar serviços bancários.

O presidente do Sindicato dos Bancários, Marcio dos Anjos, ressalta que o fechamento prejudica não só os funcionários do banco, mas afeta diretamente o desenvolvimento municipal. “Se a população tiver proventos para receber, elas terão que se deslocar para outro município, e acaba tendo risco de morte pelo deslocamento, risco de assalto e também vão comprar seus mantimentos onde retirar o dinheiro e o município de origem morre de inanição financeira”, explicou.

Presidente da AMA com o presidente do Sindicato dos Bancários

Os prefeitos de Anadia, Celino Rocha; e de Paulo Jacinto, Francisco Fontan, mais conhecido como Chicão, também acompanharam a visita em Maribondo. O debate, que agora é nacional, começou logo após a reivindicação do presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e Confederação Nacional dos Municípios (CNM) ao Congresso, com empenho da Bancada Federal do Estado, que leva em consideração o prejuízo para as comunidades afetadas.

Fonte: Cada Minuto



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter