Queila Girelli, esposa do ex-dirigente Rogério Caboclo, defendeu o marido em um grupo composto por mulheres de presidentes de federações estaduais de futebol. Caboclo foi afastado da CBF após denúncia de assédio sexual e moral de uma ex-subordinada do cartola. A informação foi publicada pelo portal “Folha de São Paulo”.

No grupo nomeado ‘Donas da Bola’, Queila afirmou que o ex-presidente recebe apoio da família e classificou as ações contra Rogério Caboclo como ‘injustiça’. Nove mulheres prestaram solidariedade. O futuro do cartola está nas mãos dos 27 cartolas que compõem a assembleia da CBF.

Mulher Caboclo

Esposa de Rogério Caboclo defendeu o marido em grupo composto por mulheres de cartolas(Reprodução)

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, foi afastado do cargo de presidente da entidade por trinta dias após decisão do Conselho de Ética.

Fonte: Lance Net