Anadia/AL

8 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 8 de dezembro de 2021

Alagoas confirma 513 novos casos e mais 20 mortes por Covid

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 1 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
NovafachadaPioXII

Cemitério Arapiraca – Foto: Reprodução – 18:25

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) confirmou mais 513 casos e 20 mortes por Covid nas últimas 24 horas, a maioria em Maceió. A informação foi divulgada no boletim epidemiológico desta quinta-feira (1).

Com os novos registros, o número de casos no estado subiu para 217.230 e o de mortes, para 5.360 desde o início da pandemia.

Entre os casos confirmados, 208.226 pacientes conseguiram se recuperar.

O número de casos suspeitos voltou a subir em Alagoas, passando de 12.120 para 12.530.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid no estado caiu de 74% para 72%. Considerando os leitos totais, a taxa está em 45%.

Mais 20 mortes por Covid em Alagoas

  • Maceió: Homem, 47 anos, sem comorbidades
  • Maceió: Homem, 56 anos, hipertenso e tinha doença neurológica
  • Maceió: Homem, 57 anos, sem comorbidades
  • Maceió: Homem, 69 anos, diabético
  • Maceió: Homem, 76 anos, imunossuprimido
  • Maceió: Homem, 78 anos, tinha Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
  • Maceió: Mulher, 39 anos, diabética, hipertensa e obesa
  • Maceió: Mulher, 76 anos, era tabagista
  • Maceió: Mulher, 90 anos, diabética
  • Rio Largo: Homem, 43 anos, diabetes e hipertensão
  • Rio Largo: Homem, 46 anos, hipertenso e tinha filariose
  • Rio Largo: Homem, 50 anos, hipertenso e diabético
  • Marechal Deodoro: Homem, 73 anos, hipertensão e diabetes
  • Marechal Deodoro: Mulher, 32 anos, sem comorbidade
  • Colônia Leopoldina: Homem, 46 anos, sem comorbidades
  • São Miguel dos Campos: Mulher, 54 anos, diabetes, hipertensão e obesidade
  • Arapiraca: Mulher, 76 anos, diabetes e hipertensão
  • Feira Grande: Homem, 52 anos, sem comorbidades
  • Penedo: Homem, 64 anos, diabetes
  • Santana do Ipanema: Homem, 36 anos, sem comorbidades.

Fonte: G1-AL.



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter