Anadia/AL

4 de agosto de 2021

Anadia/AL, 4 de agosto de 2021

Alagoas irá ampliar vacinação contra a gripe para todos os públicos, seguindo recomendação do MS

Por GyanCarlo

Em 4 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvvv
Ilustração/Arquivo / Vacina contra Influenza | 20:17
A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) informou que irá seguir a orientação do Ministério da Saúde (MS), ampliando a campanha de vacinação contra a gripe (Influenza) para todos os públicos, a partir de amanhã (5), até que todas as doses sejam aplicadas. Ontem (2), o MS autorizou estados e municípios a ampliarem a vacinação para pessoas a partir dos seis meses de idade, além daquelas já incluídas nos grupos prioritários.

A informação sobre a ampliação foi confirmada à reportagem do CadaMinuto pela assessoria de Comunicação da Sesau, neste domingo, 4 de julho. A campanha para os segmentos prioritários da população está prevista terminar na próxima sexta-feira (9).

Já a Secretaria Municipal de Saúde de Maceió (SMS), também por meio de sua assessoria de Comunicação, informou que acompanhou a orientação do MS e vai analisar, tecnicamente, o assunto. 

Ainda conforme a assessoria, na capital, até sexta-feira passada (2), perto de 50% do público-alvo da campanha já havia sido vacinado, mas a meta é atingir 90%.

Cronogramas

Em nota, o Ministério da Saúde recomendou que todos os interessados fiquem atentos aos cronogramas divulgados pelas prefeituras. Para se vacinar, basta consultar um local de votação próximo e comparecer portando a caderneta de vacinação e um documento com foto, para que os profissionais de saúde localizem o cadastro no sistema de informação. Caso a pessoa não possua ou não encontre sua caderneta de vacinação, os profissionais de saúde preencherão uma nova.

O MS informou que caberá aos representantes municipais definir a melhor forma de imunizar suas populações. “Campanhas de imunização são prioridade do Ministério da Saúde e resolvemos ampliar a vacinação contra a Influenza para todos os grupos. O nosso objetivo é reduzir os casos graves de gripe que também pressionam o nosso sistema de saúde”, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Dados da pasta mostram que cerca de 34,2 milhões dos 79 milhões de brasileiros que integram os grupos prioritários já foram vacinados contra a gripe este ano, o que representa cerca de 42% do público-alvo inicial. 

Fazem parte dos grupos prioritários: pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

Quem está prestes a ser vacinado contra a Covid-19 deve tomar primeiramente o imunizante contra o novo coronavírus. Depois disso, é necessário esperar por no mínimo 14 dias para se vacinar contra a gripe.

Fonte: Cada Minuto 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter