Os criminosos se utilizam de diversos meios para aplicar golpes através dos aparelhos celulares e também por meio de aplicativos. Uso de fotos roubadas irregularmente, clonagem de números de telefones em aplicativos e até uma negociação intermediada tem sido apenas alguns dos golpes usados para lesar a vítima. 

De acordo com o delegado de Crimes Cibernéticos em Alagoas Cayo Rodrigues, o número de denúncias das vítimas aumentou em quatro vezes em comparação ao mesmo período em 2020, mas esse número pode ser bem maior, já que algumas vítimas não fazem o registro na polícia. 

Rodrigues alerta que as pessoas precisam estar atentas aos primeiros sinais dados pelos golpistas, como também denunciar os casos para que a polícia possa investigar. 

No mês passado, um estelionatário foi preso durante uma operação após usar a foto de um promotor de Justiça alagoano para aplicar golpes através do aplicativo WhatsApp. O mesmo criminoso usou fotos de outros promotores de outros estados. 

Fonte: Cada Minuto