Anadia/AL

27 de novembro de 2021

Anadia/AL, 27 de novembro de 2021

A CPI está do lado certo da História

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 10 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
cats 33

Senadores fazem um minuto de silêncio para homenagear os mais de 500 mil mortos pela Covid-19 no Brasil (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado). 23:08
Ninguém está acima da lei. 

Este é um princípio democrático e civilizatório que se aplica tanto a civis quanto a militares.

A CPI da Pandemia do Senado Federal descobriu fortíssimos indícios de que há, dentro e fora do Ministério da Saúde, verdadeiras máfias que operam para obter propinas em compras de vacinas e outros insumos necessários para o enfrentamento à maior tragédia humanitária da história do Brasil. 

 

Essas máfias, somadas à estratégia criminosa de impingir a imunidade natural de rebanho tanto a civis quanto a militares, são, ao menos, parcialmente responsáveis pelas cerca de 530 mil mortes de brasileiros, civis e militares. 

A CPI vem atuando com a finalidade de identificar e punir essas organizações criminosas, para impedir um grave crime continuado, para honrar a memória de civis e militares que se foram e, sobretudo, de modo a contribuir para salvar vidas de brasileiras e brasileiros, civis e militares.

Ofende apenas a negligência, a incompetência, a estratégia deliberada de conduzir brasileiros a morte. Ofende o charlatanismo dos tratamentos ineficazes. Ofende a ignorância e os que atacam a ciência. Ofende os que sufocaram amazonenses por falta de oxigênio. Ofende os que não usam máscaras e os que se recusam a ser solidários ao não praticar o isolamento social. Ofende os que obrigam vastas parcelas da população a sair de casa e ariscar a vida por falta de um auxílio emergencial decente. 

Ofende também os criminosos e os mercadores da morte. 

Em sentido contrário, a CPI defende a lei, defende a Constituição, defende a ciência e defende a vida de todos, civis e militares.

A CPI, por certo, não se acovardará. 

A CPI está do lado certo da História.

Fonte: Brasil 247


Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter