Anadia/AL

28 de julho de 2021

Anadia/AL, 28 de julho de 2021

Prefeitos e secretários de Saúde de AL lançam recomendação para punir quem escolhe vacina

Por GyanCarlo

Em 12 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvv

Reprodução / Vacina contra Covid-19 |  Jamylle Bezerra | 15:12

Durante reunião on-line da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) desta segunda-feira (12), prefeitos e secretários de saúde aprovaram uma recomendação conjunta que estabelece punições para quem escolher qual tipo de vacina contra a Covid-19 vai receber, ou mesmo se recusar a tomar a dose, caso seja de algum imunizante que desagrade a pessoa. Os chamados “sommeliers de vacina” passarão a ser colocados no fim da fila da imunização. O município que aderir já pode executar a determinação.

As pessoas terão que assinar um termo de recusa e declarar ter conhecimento que irão para o final da fila. Os que se recusarem também a assinar serão substituídos por duas testemunhas idôneas. O Ministério Público, que tem cobrado ações dos gestores, serão informados para que as medidas administrativas sejam ratificadas.

Diante do crescente número de casos de pessoas que querem escolher o fabricante da vacina contra a Covid-19 e que até se negam a tomar quando chega a sua vez, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, disse que a medida aprovada vai garantir o planejamento da vacinação e a celeridade de imunização da população. “Agendar e não ir, se recusar, não são atitudes cidadãs porque comprometem o andamento do calendário e das faixas etárias”, destacou o presidente da Associação.

O vice-presidente da AMA, prefeito Fernando Sérgio lira, que participou da reunião, destacou a necessidade das medidas para que essas pessoas não desestimulem a comunidade e politizem o processo. “Vacina salva, vacina não tem grife, vacina boa é a que está no braço”, disse ele, apoiando a campanha que a AMA lançou nas redes sociais como alerta.

“As pessoas que assinarem a recusa de tomar a vacina naquele momento serão encaminhadas para o final da fila, quando encerrar a vacinação para maiores de 18 anos. Não se justifica porque todas as vacinas têm eficácia comprovada. Isso tem ocorrido nos municípios”, pontuou Hugo Wanderley.

Fonte: Gazeta Web 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter