Anadia/AL

8 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 8 de dezembro de 2021

Vacina inalável contra Covid-19 começa ser testada em humanos

Por GyanCarlo

Em 17 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvv

Um novo estudo publicado na revista Science Advances apresenta as últimas pesquisas que demonstram a potencial eficácia de uma vacina contra a Covid-19. (Crédito: Reprodução/Pexels) | 11:56

Esperança do fim da pandemia causada pela Covid-19 reside, ainda, na eficácia das vacinas. Prontamente e de forma notável, foram várias as que surgiram e que têm vindo a ser administradas pelo mundo fora. Comumente, é utilizada a injeção, mas parece que poderá haver, em breve, uma opção inalável.

Um novo estudo publicado na revista Science Advances apresenta as últimas pesquisas que demonstram a potencial eficácia de uma vacina contra a Covid-19.

Um pesquisador da Universidade do Iowa, Paul McCray, está trabalhando com uma equipe da Universidade da Georgia numa vacina contra a Covid-19 inalável de dose única. Essa utiliza um vírus chamado parainfluenza 5 (PIV5) otimizado, de forma a exprimir a proteína do pico do SARS-CoV-2. Este vírus é inofensivo em humanos e os novos dados demonstram que que a vacina experimental é eficaz em ratos e furões.

As vacinas atualmente disponíveis contra a Covid-19 são muito bem-sucedidas, mas a maioria da população mundial ainda não está vacinada e há uma necessidade crítica de mais vacinas fáceis de usar e eficazes para parar a doença e a transmissão.

As vacinas tradicionais são geralmente administradas através de uma injeção intramuscular e acarretam alguns obstáculos. Afinal, geralmente, as injeções precisam de serem armazenadas a frio, devem ser administradas por profissionais médicos e implicam seringas, um recurso muito procurado neste momento e algumas vezes em falta.

Segundo os pesquisadores, os dados pré-clínicos revelam que a vacina inalável não só protege contra a infecção, como também reduz significativamente a possibilidade de transmissão.

Agora, está sendo testado um pequeno número de vacinas inaláveis contra a COVID-19 em humanos. No início de 2021, pesquisadores da Universidade de Oxford iniciaram a Fase 1 dos testes em humanos para uma versão em spray nasal da sua vacina, a AstraZeneca.

Uma das pesquisadoras responsáveis pelos testes, Sandy Douglas, diz que estão, nesta fase, estudando o perfil de segurança do spray nasal em voluntários jovens e saudáveis. Além disso, acrescenta que “há uma variedade de pessoas que acharão um sistema de aplicação intranasal mais atrativo”, do que as atuais injeções. Portanto, poderá motivas as pessoas a se vacinarem.

Atualmente, embora existam cerca de sete vacinas intranasais contra a Covid-19 em fase inicial de testes em humanos, ainda não está confirmado que este método será eficaz contra o SARS-CoV-2.

Fonte: Isto é Dinheiro 

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter