Anadia/AL

8 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 8 de dezembro de 2021

JHC recebe a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 e solicita que população não escolha imunizante

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 22 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
jhc_vacina_maceio.2e16d0ba.fill-1120x650

JHC conversou com populares antes de tomar a primeira dose da vacina - Lucas Carvalho

Greyce Bernardino e Lucas Carvalho - JHC foi imunizado na data destinada às pessoas desta idade, de acordo com o calendário de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde

O prefeito JHC recebeu a primeira dose de vacina contra Covid-19 na manhã desta quinta-feira (22), no Ônibus da Vacina, na Praça Deodoro, no centro de Maceió.

JHC tem 34 anos e não faz parte dos grupos prioritários para vacinação. Ele foi imunizado na data destinada às pessoas desta idade, de acordo com o calendário de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Maceió.

“É uma emoção muito grande. Apesar de trabalhar nesse processo diariamente, de domingo a domingo, de montar e coordenar as maiores e melhores estratégias para a campanha de vacinação em Maceió, é diferente quando chega o nosso dia. É uma emoção, no momento da vacina, cai a ficha e é uma alegria que não cabe em nós e nas pessoas que nos amam. Claro que a imunização só está completa com a segunda dose, mas a gente dá um passo muito significativo, e aquela angústia e o medo que a gente vai vivenciando com a chegada da vacina, é como se tirasse um peso das costas. Estamos caminhando no sentido de cuidar da nossa saúde e da nossa vida. Fico ainda mais grato de ter a oportunidade de conduzir esse processo na minha capital, de ter recaído sobre meus ombros essa responsabilidade enorme, e a gente vê os resultados que Maceió conseguiu conquistar”.

O prefeito de Maceió ainda fez um apelo para que a população não escolha a vacina e se imunize na data destinada à sua idade, além de não esquecer a data da segunda dose, para que a vacinação tenha um ciclo completo.

“Só com a vacina a gente consegue enfraquecer o vírus e evitar que novas cepas sejam criadas. Quanto mais rápido o cidadão vier se vacinar e quanto maior adesão da segunda dose, já que, em Maceió, está dentro dos padrões do nosso país, melhor. A primeira dose é um número bem maior, pois temos um prazo de três meses para a segunda dose. É um ato de respeito ao próximo. A segurança e eficácia das vacinas estão comprovadas, então a gente precisa entender que é um processo que todos vamos passar. É uma vacina como qualquer outra”, reforçou JHC.

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter