Anadia/AL

26 de outubro de 2021

Anadia/AL, 26 de outubro de 2021

Renato Freitas é libertado e diz que será investigado por agressão iniciada por bolsonarista (vídeos)

Por GyanCarlo

Em 24 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
vvvv

(Foto: Reprodução)

O vereador de Curitiba Renato Freitas (PT) relatou ocorrido na capital paranaense nesta sexta. Segundo ele, os guardas municipais “vieram comemorando a minha prisão enquanto eu estava algemado e agredido dentro de uma viatura"

 O vereador de Curitiba Renato Freitas (PT) relatou ocorrido na capital paranaense nesta sexta-feira, 23. Ele, que foi preso agressivamente pela Guarda Municipal, contou que estava se defendendo de um bolsonarista que tentou agredi-lo. “Ele voou em cima de mim para pegar o meu megafone”, conta o petista, que protestava contra o governo de Jair Bolsonaro.

“Eu fui para trás e ele me deu um chute”, continua o petista, que em seguida, “quase automaticamente num ato de defesa”, bateu com o megafone no rosto do bolsonarista, que, segundo os relatos, deu voz de prisão para o vereador mesmo sem ser policial. A ação acarretou na prisão violenta de Renato Freitas por policiais.

Segundo o petista, o bolsonarista era uma pessoa com “transtornos mentais muito provavelmente, ou é muito agressiva. A gente não sabe”, afirmou. “Eu fiquei como o agressor de uma situação que ele incitou”, continuou, explicando que será investigado pelo ocorrido.

Segundo a assessoria do vereador Renato Freitas, o nome da pessoa que iniciou a agressão contra o parlamentar é Reinaldo Generoso Borges Machado.

Renato ainda conta que os guardas, “por questões pessoais, não me deixaram explicar o que ocorreu e começaram a me imobilizar, me agredir, me jogaram no chão”. “Começaram a me asfixiar, pegaram no meu rosto e começaram a tirar fotos como se eu fosse um troféu, dentro da viatura, ouvindo música no último volume”.

“[Os guardas] vieram comemorando a minha prisão enquanto eu estava algemado e agredido dentro de uma viatura”, disse, que ressaltou que não reagiu à reação, “em nenhum momento”.

Fonte: Brasil 247

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter