Anadia/AL

27 de outubro de 2021

Anadia/AL, 27 de outubro de 2021

Grupo suspeito de furtar caixas eletrônicos é preso em flagrante durante ação policial conjunta

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 25 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
presoscaixaeletronico1.2e16d0ba.fill-1120x650

Quatro homens foram presos durante ação conjunta da polícia / Foto: Cortesia

Jamylle Bezerra / Eles teriam arrombado agência do Banco do Brasil na Serraria e seguido em direção a Pernambuco, onde foram presos

Quatro homens suspeitos de cometer furtos em caixas eletrônicos foram detidos durante ação policial realizada nesse sábado (24), em trecho da BR-101, nos municípios de Jaboatão dos Guararapes e Igarassu, na Região Metropolitana do Recife-PE. O grupo é apontado como responsável pelo arrombamento da agência do Banco do Brasil do bairro da Serraria, em Maceió. Eles estavam em dois carros quando foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e presos.

materialcaixaeletronico3.jpg – Foto: Cortesia

A abordagem foi realizada por equipes da PRF, a partir de informações repassadas pela Seção de Roubos a Bancos da PC/AL, de que dois carros seguiam em direção a Pernambuco, com suspeitos de praticar o arrombamento em Maceió. Foram realizadas buscas na região, até que um carro foi interceptado no km 83 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, e outro no km 44 da mesma rodovia, em Igarassu, com dois homens em cada um. No segundo veículo, foi apreendida uma esmerilhadeira, que pode ser utilizada por criminosos para serrar caixas eletrônicos.

Os trabalhos foram coordenados pela Seção de Roubos a Bancos (Serb) da Polícia Civil de Alagoas e teve fundamental participação Polícia Rodoviária Federal(PRF) e da DEICOR (PCRN).

materialcaixaeletronico.jpg – Foto: Cortesia

De acordo com o Delegado Cayo Rodrígues, tirular da Serb, um dos homens tem histórico policial por estelionato, posse de arma e receptação. Outros dois possuem registros por furto e um deles está cumprindo o regime semiaberto pelo crime. O último identificado possuía mandado de prisão em aberto e utilizava documentos falsos para evitar sua correta identificação.

Os homens foram detidos e encaminhados pelo Tigre até a Deic, que está investigando a atuação do grupo. A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) da PCRN também está contribuindo com a investigação.

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter