Anadia/AL

25 de setembro de 2021

Anadia/AL, 25 de setembro de 2021

Mesmo com time reserva, CRB vence o Sampaio e volta ao G-4 da Série B: 3 a 2

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 26 de julho de 2021

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
WhatsApp_Image_2021-07-25_at_21.2.2e16d0ba.fill-1120x650

John Tavares / Sampaio Corrêa

Fernanda Medeiros / Galo venceu com gols de Emerson, Wesley (pênalti) e Jajá; enquanto a Bolívia Querida fez seus tentos com Ciel e Ferreira

Mesmo com um time quase todo reserva, pois vários jogadores foram poupados, o CRB não tomou conhecimento do Sampaio Corrêa, e bateu o time maranhense, por 3 a 2, em pleno Castelão, em São Luís-MA, voltando ao G-4 da Série B do Brasileiro. A partida foi disputada na noite deste domingo (25), fechando a 14ª rodada da competição.

Com este resultado, o Galo, agora de volta ao G-4, é o 3º colocado, com 24 pontos. Já a Bolívia Querida está na 10ª posição, com 20 pontos somados. Veja o Tempo Real!

O próximo duelo do Regatas, pela Segundona nacional, será contra a Ponte Preta, mas apenas na segunda-feira (2 de agosto), no Rei Pelé, às 20 horas. Isso porque, antes, o Galo vai enfrentar o Fortaleza, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na quinta-feira (29 de julho), no Castelão-CE, às 16h30. Já o Sampaio volta a campo, pela 15ª rodada da Série B, no próximo sábado (31/07), às 19 horas, quando visitará o Brasil de Pelotas-RS, no Bento Freitas.

Primeira etapa

CRB entrou em campo com um time quase todo reserva, contra o Sampaio – Foto: John Tavares / Sampaio Corrêa

A bola mal começou a rolar e, assim que o cronômetro marcou um minuto, o CRB abriu o placar. Após falha de Luis Gustavo, na saída de bola, Emerson roubou a pelota, invadiu a área e chutou no alto de Mota, no ângulo esquerdo, para guardar: 1 a 0.

E, com menos de dez minutos de bola rolando, o CRB teve a chance de fazer o segundo gol, com a marcação de um pênalti. Aos 8 minutos, Emerson invadiu a área, mas foi derrubado por Luís Gustavo, causando a penalidade marcada pelo árbitro. Aos 9 minutos, Wesley cobrou e mandou no cantinho direito de Mota, para balançar a rede e ampliar: 2 a 0.

Aos 14 minutos, o Sampaio foi ao ataque. Roney recebeu a bola no bico da grande área, caiu e pediu a falta, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 18’, foi a vez de o CRB chegar: Celsinho cruzou a redonda na pequena área do Sampaio, mas Mota se esticou todo para tirar, dando um soco na bola.

Passando dos 20 minutos, o CRB tocava a bola de um lado para o outro e era melhor na distribuição do jogo, só esperando uma falha do adversário. Aos 28 minutos, o Sampaio teve um escanteio em seu favor. Nadson (ex-CSA) bateu, Frazan desviou parcialmente, a bola ficou viva dentro da área, mas Claudinei apareceu e cortou.

Aos 30 minutos, após cobrança de falta do Sampaio, a bola bateu na barreira e saiu pela linha de fundo, em escanteio. Nadson cobrou, a bola foi tirada, Nadson mandou de novo na área, Mauro Silva cabeceou, a pelota bateu em Celsinho e saiu de novo em escanteio. Aos 32 minutos, o Sampaio quase fez o primeiro. Na cobrança de Roney, Nilson Júnior subiu bem, cabeceou e a bola foi pertinho da trave. Em seguida, na saída errada do CRB, Ciel chutou forte e carimbou a pelota em cima de Frazan.

De tanto insistir, o Sampaio chegou ao seu primeiro gol, diminuindo a vantagem do Galo na partida. Aos 38 minutos, Ciel (ex-ASA) cobrou uma falta, tirando bem da barreira e a bola foi morrer no cantinho direito do goleiro regatiano: 2 a 1.

O duelo chegava perto dos 45 minutos e, nos últimos 15 minutos, só dava a Bolívia Querida em campo, que passou a tomar conta do jogo, enquanto o Galo não conseguia chegar ao ataque. Aos 43’, Nadson recebeu sozinho na intermediária e arriscou de longe, mas viu Diogo Silva encaixar e ficar com a redonda. O árbitro decretou três minutos de acréscimos à primeira etapa, que foi encerrada aos 48 minutos, com o 2 a 1 no placar em favor do CRB.

Segunda etapa

Galo conquistou três pontos importantes, nesta noite – Foto: John Tavares / Sampaio Corrêa

Na etapa final, antes do primeiro minuto, o CRB foi logo indo ao ataque. Emerson foi acionado, mas o árbitro assistente marcou o impedimento do atacante regatiano. O Sampaio também ia ao ataque, tentando o gol de empate. Aos 5 minutos, teve uma falta perigosa em seu favor, mas na cobrança de Ciel a bola foi muito alta.

O gol da Bolívia Querida estava maduro. E, aos 6 minutos, ele aconteceu. Claudinei deu bobeira na saída de jogo, Ciel ficou com a bola, deixando Ferreira na cara do gol, e ele só teve trabalho de bater, no cantinho, deixando tudo igual no Castelão: 2 a 2.

Aos 10 minutos, Felipinho cruzou, Ciel chegou e cabeceou, mas a bola foi direto para fora, para alívio dos regatianos. Passando dos 15 minutos, o Sampaio seguia em busca do gol, desta vez do gol da virada. Mas quem fez mesmo foi o CRB. Aos 17 minutos, Jajá, que tinha acabado de entrar, na primeira bola que ele recebeu, mandou no ângulo direito do goleiro, guardando a bola no fundo da rede e botando o Galo na frente de novo: 3 a 2.

Aos 26 minutos, o Sampaio chegou ao ataque, quando Ciel foi lançado na área do CRB, disputou o lance com o zagueiro adversário e ficou pedindo pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir. Aos 28’, após pegar o rebote, Ferreira chutou, mandando uma bomba, e Diogo Silva tirou de soco. Só que o árbitro já havia dado impedimento no lance.

O CRB respondeu aos 30 minutos. Calyson surgiu por trás da defesa, e chutou, mas viu a bola passar muito perto do gol do Sampaio. O Galo ainda marcou o seu quarto gol no jogo, aos 36 minutos, com Jajá, mas o árbitro assistente já tinha marcado o impedimento na jogada e anulou.

Chegando na reta final do jogo, o Galo teve uma cobrança de escanteio, aos 39’. Alan James cobrou, chutando prensado, e ganhou mais um escanteio. Celsinho cobrou, mas Ciel afastou. Aos 42 minutos, a jogada de perigo foi do Sampaio, em cobrança de falta sofrida por Watson. Romarinho cobrou, Éder Lima desviou de cabeça e mandou por cima do gol, em tiro de meta.

A segunda etapa teve seis minutos e acréscimos, decretados pelo árbitro, o CRB segurava o jogo, passou a se fechar todinho, para garantir o resultado. E, aos 51 minutos, o embate foi encerrado com a vitória do Galo garantida, em pleno Castelão: 3 a 2.

CRB foi melhor em campo e conseguiu segurar o resultado – Foto: John Tavares / Sampaio Corrêa

Ficha Técnica

Sampaio Corrêa – Mota; Luís Gustavo (Watson), Paulo Sérgio (Eder Lima), Nilson Júnior e Felipinho; Mauro Silva (Romarinho), Ferreira e Nadson (Jefinho); Pimentinha (Jean Silva), Roney e Ciel. Técnico: Felipe Surian.

CRB – Diogo Silva; Celsinho, Ewerton Páscoa, Frazan e Alexandre (Caetano); Claudinei, Jatobá, Wesley (Marthã) e Ewandro (Calyson); Careca (Alan James) e Emerson (Jajá). Técnico: Allan Aal.

Árbitro – Diego Pombo Lopez (BA)

Assistentes – Mayron Frederico dos Reis Novais (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Quarto Árbitro – Edevan de Oliveira Pereira (MA).

Fonte: Gazeta Web

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter